Fale Conosco

24 de julho de 2012

Saúde recebe 15 mil doses da vacina pentavalente para próxima campanha



ses central de medicamentos vacina tetravalente foto jose lins 16O Governo do Estado recebeu do Ministério da Saúde 15 mil doses da vacina pentavalente que será utilizada na próxima campanha marcada para acontecer no período de 18 a 24 de agosto. Durante a campanha também será implantada a vacina inativada contra a poliomielite (VIP) no calendário vacinal para crianças que vão iniciar o esquema vacinal. A campanha também tem o objetivo de atualizar o cartão de vacina das 295.190 crianças paraibanas menores de cinco anos.

A partir da próxima semana a vacina começa a ser entregue às Gerências Regionais de Saúde que ficarão encarregadas de distribuir com os municípios. A vacina pentavalente reúne em uma só dose a proteção contra cinco doenças (difteria, tétano, coqueluche, Haemophilus influenza tipo b e hepatite B) e está sendo produzida em parceria com os laboratórios Fiocruz/Bio-Manguinhos e Instituto Butantan. Atualmente, a imunização para estas doenças é oferecida em duas vacinas separadas.

ses central de medicamentos vacina tetravalente foto jose lins 13Missânia Moreira, chefe do Núcleo de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde, explicou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que a vacina VIP seja implantada nos países com cobertura vacinal homogeneizada e que estejam com o vírus selvagem da poliomielite erradicado, “e isso acontece no Brasil, em particular na Paraíba”, completou a chefe do núcleo.

A vacina inativada contra a poliomielite é injetável e será aplicada aos dois e aos quatro meses de vida, enquanto que a oral será administrada aos seis meses com um reforço aos 15 meses.

Com o novo esquema, além da pentavalente, a criança manterá os dois reforços com a vacina DTP (difteria, tétano, coqueluche). O primeiro a partir dos 12 meses e, o segundo reforço, entre 4 e 6 anos. Além disso, os recém-nascidos continuam a receber a primeira dose da vacina hepatite B nas primeiras 12 horas de vida para prevenir a transmissão vertical.