Fale Conosco

7 de fevereiro de 2012

Saúde realiza treinamento para testes rápidos de HIV e triagem em sífilis e hepatite B



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realiza nestas terça e quarta-feira (7 e 8), no Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-RH), um treinamento para atualização sobre a utilização dos testes rápidos de diagnóstico em HIV e triagem em sífilis e hepatite B.

A capacitação, que será realizada no horário das 8h30 às 17h30, é direcionada para 27 profissionais que atuam nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) dos municípios de Princesa Isabel, Campina Grande, Cabedelo, João Pessoa, Piancó, Santa Rita, Bayeux, Patos e Lagoa Seca.

A gerente operacional das DST\Aids da SES, Ivoneide Pereira de Lucena, explicou que a capacitação repassará a esses técnicos informações sobre a nova plataforma DPP (Dual Parth Plataform) que trata da utilização dos novos testes rápidos para diagnóstico em HIV e triagem em sífilis e hepatite B. “O Ministério da Saúde começou a enviar  à Secretaria os novos testes e os trabalhadores terão que estar atualizados”, afirmou. Após o treinamento, os técnicos aplicarão os testes pela primeira vez em apenados do presídio do Roger, em João Pessoa.

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), responsável pela Plataforma DPP, assegura que o exame comprova o diagnóstico do HIV em cerca de 20 minutos.

Atualmente, a espera pela confirmação pode chegar a um mês. Com margem mínima de erro, o kit garante vários benefícios aos portadores da doença, que vão da agilidade no diagnóstico ao desempenho em termos de sensibilidade e especificidade.

O gerente do Programa de Desenvolvimento de Reativos de Biomanguinhos, Antônio Ferreira, ressalta que, quanto mais rápido se tem o diagnóstico, melhor pode ser o tratamento do soropositivo. “A tendência é, com o tempo, desenvolvermos testes ainda melhores, com resultados ainda mais rápidos, o que ajuda no tratamento”, explica.

Sobre os CTA – De acordo com o Departamento Nacional das DST\Aids  e Hepatites Virais, os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) são serviços de saúde que realizam ações de diagnóstico e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Nesses serviços, é possível realizar testes para HIV, sífilis e hepatites B e C gratuitamente. Todos os testes são realizados de acordo com a norma definida pelo Ministério da Saúde e com produtos registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e por ela controlados.

O atendimento nesses centros é sigiloso e oferece a quem realiza o teste a possibilidade de ser acompanhado por uma equipe de profissionais de saúde que orientará sobre o resultado final do exame, independente dele ser positivo ou negativo. Quando os resultados são positivos, os CTA são responsáveis por encaminhar as pessoas para tratamento nos serviços de referência.

Ao procurar um CTA, o usuário tem direito a passar por uma sessão de aconselhamento, que pode ser individual ou coletivo, a depender do serviço. O aconselhamento é uma ação de prevenção que tem como objetivos oferecer apoio emocional ao usuário, esclarecer suas informações e dúvidas sobre DST e HIV/Aids e, principalmente, ajudá-lo a avaliar os riscos que corre e as melhores maneiras que dispõe para prevenir-se.