João Pessoa
Feed de Notícias

Saúde promove treinamento dos profissionais sobre teste rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C

quinta-feira, 23 de março de 2017 - 11:37 - Fotos:  Secom-PB

A Secretaria de Estado da Saúde, por meio da Coordenação Estadual de IST/AIDS e Hepatites Virais, promove treinamento para os profissionais de saúde, de todo estado, sobre teste rápido para HIV, sífilis e hepatites B e C, nas Gerências Regionais de Saúde (GRS). Nesta quinta-feira (23), a capacitação ocorre na 6ª GRS, em Patos e no último dia 21, na 9ª GRS, em Cajazeiras. Além disso, houve visita técnica a Unidade Dispensadora de Medicamentos (UDM), em Sousa e ao Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), de Pombal. O objetivo é fazer com que toda a população tenha acesso ao diagnóstico, precocemente, para iniciar o tratamento o mais rápido possível.

“Devido à última eleição municipal, ocorreram muitas mudanças de profissionais de saúde, atuando na atenção básica e serviços especializados, daí a necessidade de realizarmos estas capacitações e visitas”, explicou a coordenadora Estadual de IST/AIDS e Hepatites Virais, da Ses, Ivoneide Lucena.

Segundo Ivoneide, atualmente, todos os 223 municípios paraibanos dispõem do teste rápido para HIV, sífilis, Hepatites B e C. “O teste para os quatro agravos é feito a partir de um único furo no dedo e o resultado sai em 25 minutos. Caso o resultado seja positivo, no mesmo instante, a pessoa já será encaminhada para fazer exames laboratoriais e dar início ao tratamento adequado”, garantiu.

Em Cajazeiras, participaram 35 profissionais de nove municípios e, em Patos, foram treinados 71 profissionais de 25 municípios. “Foi um sucesso total nos eventos, com muitos profissionais interessados em fortalecer a política de IST/Aids/Hepatites no nosso Estado”, falou Ivoneide.

As próximas ações estão programadas para o mês de abril na 1ª (João Pessoa), 2ª (Guarabira) e 3ª (Campina Grande) Gerências Regionais de Saúde, onde ocorrerão oficinas para o fortalecimento do enfrentamento as ISTs, através da discussão do Protocolo Clínico Diretrizes Terapêuticas das IST´s (PCDT).