Fale Conosco

24 de novembro de 2017

Saúde promove Seminário Estadual sobre a Iniciativa Hospital Amigo da Criança



A Secretaria de Estado da Saúde (SES), em parceria com o Ministério da Saúde, promoveu na manhã desta sexta-feira (24) o Seminário Estadual sobre a Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC). O encontro, que aconteceu no auditório da Associação de Plantadores de Cana do Estado da Paraíba (Asplan), teve como objetivo discutir a política nacional de aleitamento materno com ênfase na implantação e no monitoramento da Iniciativa no Estado.

Participaram do Seminário Estadual representantes de hospitais que têm e querem manter o título de Amigo da Criança e outros que desejam se habilitar. O objetivo do Ministério da Saúde é que 100% das maternidades do país sejam Amigas da Criança e da Mulher.

“Trata-se de uma iniciativa mundial desde 1991. A missão neste Seminário é explicar como funciona esta estratégia, orientar sobre as práticas do dia a dia, avaliações rotineiras, tirar dúvidas e, claro, habilitar novos hospitais. A intenção é levar cada vez mais qualidade no atendimento humanizado a mulheres e crianças”, comentou a consultora técnica do Ministério da Saúde Amanda Moura.

Os critérios de avaliação do Hospital Amigo da Criança e da Mulher abrangem os períodos pré, durante, pós-parto e puerpério. “São várias questões importantes como: o incentivo ao aleitamento materno exclusivo; o manejo do parto (que deve ser feito da maneira mais confortável escolhida pela mulher); inserção de um acompanhante no momento do parto; livre acesso do pai, mãe ou responsável legal (24h) quando, por algum motivo, a criança precisa ficar internada. Tudo isso gira em torno do atendimento humanizado, que se preocupa com o bem estar de toda a família”, explicou Amanda.

Entre os pontos de discussão, estavam os critérios que habilitam um hospital como Amigo da Criança. “A equipe do Ministério da Saúde apresentou um panorama geral sobre esta iniciativa, possibilitando aos gestores um melhor direcionamento para tomada de decisão”, disse Morgana Agra, coordenadora da Saúde da Criança da SES.  Foram apresentados, ainda, os resultados das avaliações dos hospitais Amigos da Criança do Estado e informações sobre o monitoramento online.

Na Paraíba 17 hospitais, todos públicos, são considerados Amigo da Criança e mais nove, inclusive dois privados, se candidataram e estão no processo de análise. Entre os hospitais privados, o primeiro a receber o título no Estado (em 1997) foi o Clipsi, em Campina Grande.

“Acompanhamos mudanças nas práticas há 20 anos. Apoiamos genuinamente o aleitamento materno, o atendimento com carinho, humanizado mesmo, a imagem do hospital mudou e, inclusive, a mortalidade infantil caiu consideravelmente. Além disso, percebemos redução de custos, pois, com o incentivo ao aleitamento materno, se gasta menos com leite industrializado, fórmulas infantis, bicos artificiais, chupetas e mamadeiras”, disse a psicóloga do Clipsi Maria do Rosário Badu.

Saiba mais – Desde 1992, o Ministério da Saúde e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) certificam na Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC) instituições de saúde públicas e privadas que cumprem os Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Maternoa Norma Brasileira para Comercialização de Alimentos para Lactentes – NBCAL, o Cuidado Amigo da Mulher e uma série de outros requisitos que buscam a adequada atenção à saúde da criança e da mulher, contribuindo, assim, para a redução da morbimortalidade infantil.