João Pessoa
Feed de Notícias

Saúde promove curso para trabalhadores e voluntários de ONGS que trabalham com AIDS

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014 - 17:04 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Operacional de DST/AIDS/Hepatites Virais, realiza, no período de 10 a 16 de fevereiro, no Centro de Treinamento Marista, de Lagoa Seca, o primeiro módulo (teórico) do Curso de Terapia Comunitária Integrativa (TCI). O curso será oferecido a 36 pessoas, entre elas, trabalhadores da saúde e voluntários de ONGS que trabalham com AIDS.

O curso terá duração de um ano, será ministrado por professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e cada aluno terá que fazer 30 terapias. Uma vez por mês será realizado o encontro presencial no Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor), para que cada um apresente suas experiências.

O resultado que queremos com este curso é a implantação de grupos de adesão ao tratamento antirretroviral (coquetel), que é pra fortalecer a adesão e continuidade do tratamento, por parte do paciente, diminuindo o número de pessoas que chegam a óbito”, disse Ivoneide Lucena, gerente operacional de DST/AIDS/Hepatites Virais. Segundo ela, muitos usuários com AIDS param de fazer o tratamento com o coquetel, por diversos fatores, entre eles, os efeitos colaterais. “Por causa dessa interrupção do tratamento acabam adquirindo doenças oportunistas, a exemplo de tuberculose, gripe, diarreia, chegando, muitas vezes, ao óbito”, explicou.

O Curso tem uma carga horária de 240 h, sendo: 50h teóricas, 50h vivenciais, 80h de intervisão e 60 h de prática. Os conteúdos teóricos (50h) vão abordar sobre a TCI – histórico e pressupostos teóricos, teoria da comunicação de Watzalawick, antropologia cultural, pedagogia da autonomia de base freiriana e resiliência.

Os momentos vivenciais (50h) são de fundamental importância para a formação do terapeuta, pois aprofunda o seu autoconhecimento, possibilitando a atuação como terapeuta de si e do grupo que deverá coordenar.

As intervisões (80h) são momentos de acompanhamento do terapeuta em formação, para ajudá-lo a superar dificuldades vivenciadas e também para tirar dúvidas em relação ao seu trabalho com o grupo.

Na parte prática (60h) o terapeuta inicia o seu trabalho com grupos de pessoas, aplicando o protocolo da TCI (passo a passo).

O que é – Curso de Terapia Comunitária Integrativa (TCI) é uma formação básica que capacita pessoas para atuarem como terapeutas comunitários em espaços coletivos onde existem pessoas vivenciando situações de sofrimento emocional, tais como estresse, conflitos familiares, situações de perdas, abandono, isolamento social, problemas de relacionamento, dentre outros, que levam ao adoecimento. A ação do terapeuta é de promoção da vida e de prevenção do adoecimento mental.

A TCI foi criada pelo médico psiquiatra Dr. Adalberto de Paula Barreto, da Universidade Federal do Ceará, e já existe no Brasil desde 1987. Ela é uma terapia complementar que propicia o surgimento de espaços de fala e de escuta, fortalece vínculos, empodera as pessoas e as redes de solidariedade existentes no território.