João Pessoa
Feed de Notícias

Saúde orienta sobre males do cigarro no Dia de Combate ao Tabagismo

terça-feira, 15 de março de 2011 - 12:35 - Fotos: 

Quatro tendas armadas e mais de dez banners espalhados no Ponto de Cem Réis em João Pessoa, nesta terça-feira (15), fizeram parte da mobilização do Dia Estadual de Combate ao Tabagismo. Durante toda manhã, foi feito panfletagem sobre os males provocados pelo cigarro, aferição da pressão arterial e o Teste de Fagerstrom – que estima o grau de dependência da nicotina no organismo. Médicos e psicólogos da Secretaria Estadual de Saúde (SES) acompanharam o evento e tiraram dúvidas sobre a dependência do cigarro.

O cardiologista Fábio Almeida, da SES, alertou que o tabagismo é a primeira causa de morte evitável. “O cigarro é responsável por 90% de todos os cânceres, sendo 80% de pulmão. Esta dependência também é responsável por 25% das doenças cardiovasculares como infarto e AVC”, destacou. O médico também chamou a atenção para as gestantes que fumam. Segundo ele, elas têm mais bebês prematuros e abortos, sem falar que as crianças também terminam tendo mais problemas respiratórios. “A gente também alerta aqueles fumantes passivos, que desenvolvem problemas respiratórios e podem até ter um câncer devido à fumaça inalada”.

Algumas pessoas que estavam observando os cartazes se assustaram com os males provocados pelo cigarro. Um deles foi o mecânico Joabs Ovídio de Barros, que fumou mais de 15 anos, três carteiras por dia. “Comecei a fumar quando tinha 13 anos de idade e parei faz uns oito anos. Deixei o cigarro porque meu filho pedia muito e graças a Deus consegui, porque o vício estava acabando com minha saúde”, contou.

Outro que também estava atento às ações desenvolvidas no Ponto de Cem Réis foi o comerciante Fernando Targino da Silva. Ele disse que eventos contra o tabagismo são sempre uma boa ideia, porque é um incentivo para quem quer deixar de fumar. “Eu consegui parar de fumar e hoje me sinto aliviado”, afirmou.

Centros de Tratamento – Em todo o Estado existem 37 municípios com Centros de Tratamento de Fumantes, onde são realizados acompanhamentos e distribuição de medicamentos para pessoas que desejam parar de fumar. “Nos Centros são feitos os atendimentos psicológicos com acompanhamento em grupo. Só em último caso existe uma medicação adequada que é fornecida pelo Ministério da Saúde através da SES para aqueles casos mais difíceis”, frisou Gerlane Carvalho de Oliveira, chefe do núcleo de doenças e agravos não transmissíveis da SES.

O câncer de pulmão, uma das doenças decorrentes do tabagismo, levou à morte 261 pessoas na Paraíba em 2010, e este ano já foram registrados 15 óbitos pela mesma causa, segundo dados parciais registrados pela SES. A mobilização foi uma parceria entre a SES, a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), a Secretaria de Saúde de João Pessoa, Sociedade Paraibana de Pneumologia, Sociedade Paraibana de Cardiologia e Associação Médica da Paraíba.

Combate a dengue – Em uma das tendas armadas no Ponto de Cem Réis, a SES aproveitou para mobilizar também a população na luta contra o mosquito Aedes Aegypti. Foram levados para o local, os ovos, as larvas e os mosquitos que transmitem a dengue como forma de orientar as pessoas sobre a propagação da doença. De acordo com o último boletim epidemiológico foram notificados 2.152 casos de dengue na Paraíba.