João Pessoa
Feed de Notícias

Saúde Mental: 3ª Conferência reúne profissionais e usuários, na Capital

quinta-feira, 13 de maio de 2010 - 15:18 - Fotos: 
A III Conferência Estadual de Saúde Mental – Intersetorial, realizada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), está reunindo profissionais e usuários da Rede de Saúde Mental do Estado, no Hotel Ouro Branco, em João Pessoa. O evento termina nesta sexta-feira (14), com a elaboração de propostas e a eleição dos 22 delegados, de um total de 532 escolhidos nas conferências preparatórias, que reuniram representantes dos municípios paraibanos. Os eleitos vão representar a Paraíba na IV Conferência Nacional, que será realizada de 27 a 30 de junho, em Brasília (DF).

A abertura do evento aconteceu na noite da quarta-feira (12), com apresentações culturais e a primeira palestra sobre saúde mental. Nesta quinta-feira (18), foram debatidos os três eixos temáticos da conferência: ‘Saúde mental e políticas de Estado: pactuar caminhos intersetoriais (financiamento, recursos humanos, modelo de gestão e protagonismo social)’; ‘Consolidação da rede de atenção psicossocial e fortalecimento dos movimentos sociais’ e ‘Direitos humanos e cidadania como desafio ético e intersetorial’.

Dignidade – Entre os conferencistas desta quinta-feira, esteve o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona, que falou sobre ‘Direitos humanos e cidadania como desafio ético e intersetorial’. “Este é um dos assuntos importantíssimos, porque para o cuidado com a pessoa com transtorno mental é necessário a participação de outros setores, além da saúde, para garantir a cidadania dos usuários. Não podemos deixar que pessoas ainda vivam em abrigos ou asilos psiquiátricos e até mesmo em residências em condições subumanas”, disse.

Para a chefe do Núcleo de Saúde Mental da SES, Úrsula Leite, o objetivo do evento é discutir junto aos municípios paraibanos os avanços e obstáculos à consolidação da reforma da assistência psiquiátrica do Estado, de maneira solidária e participativa. Fechando os três dias de Conferência Estadual haverá a eleição dos delegados e o encaminhamento das propostas para a conferência nacional.

Participação de usuário
– Em um auditório lotado, além da presença de profissionais de saúde mental e gestores municipais, os usuários também marcaram presença significativa no evento, com apresentações culturais e projetos. Um deles foi Ivonaldo Tenório de Sousa, de Boqueirão, que é candidato a delegado para representar a Paraíba em Brasília.

Atualmente, ele participa da Associação de Usuários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Boqueirão e de um projeto para implantar um restaurante através de uma cooperativa, também formada por usuários do Caps. “Um evento como esse é muito bom para a gente, porque o nosso objetivo é conquistar e criar cada vez mais espaços em todos os setores”, disse.  

Para a coordenadora de saúde mental de Boqueirão, Terezinha Brito, a conferência estadual é um momento muito esperado por todos que compõem a rede de saúde mental. “Há nove anos que não se tem uma discussão tão rica sobre o tema. Então, estamos nos sentando para discutir e consolidar a reforma psiquiátrica”, afirmou.   

Escolha de delegados – De acordo com a resolução do Conselho Nacional de Saúde, a representação dos delegados será da seguinte forma: 50% devem ser representantes dos usuários da rede de saúde mental, 25% formado por profissionais de saúde e 25% por gestores e prestadores de serviços de saúde. Na Paraíba, serão eleitos 22 delegados dos 532 que foram escolhidos durante as conferências preparatórias, que foram realizadas nos meses de março e abril, nos 223 municípios paraibanos.   

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB