Fale Conosco

21 de agosto de 2012

Saúde discute ações contra dengue em oito municípios



A Secretaria de Estado da Saúde (SES), através da Gerência de Vigilância em Saúde, reuniu na manhã desta terça (21) representantes das Vigilâncias Ambiental e em Saúde dos municípios de João Pessoa, Cabedelo, Lucena, Conde, Rio Tinto, Bayeux, Santa Rita e Alhandra para monitorar o cumprimento das ações incluídas nos planos de contingência da dengue, encaminhado por cada município ao Ministério da Saúde.

De acordo com a Gerente Operacional de Vigilância Epidemiológica, Bernadete Moreira, os municípios convidados para a reunião, realizada na sede da SES, vêm apresentando situações atípicas em relação ao número de casos demonstrado em todo Estado, que vem apresentando redução em relação aos dois anos anteriores. “Nossa intenção é estar junto ao município e avaliar o cumprimento das ações e até incrementá-las para que o número de casos de dengue possa regredir como vem acontecendo em toda Paraíba. Precisamos verificar se há algum comportamento que esteja contribuindo com a incidência dos casos nestes municípios e corrigi-lo”.

Bernadete Moreira iniciou a reunião lembrando aos presentes que todos os municípios, através de seus prefeitos, assinaram Termo de Compromisso para o cumprimento das ações contidas e pactuadas no Plano de Contingência encaminhado ao Ministério da Saúde, além de enfatizar que as gestões municipais estão recebendo recursos para implementar as ações especificadas para o combate à dengue.

Entre as medidas indicadas para o controle da doença estão ações que envolvem a vigilância ambiental, como a visita periódica dos agentes ambientais às casas, a educação ambiental, como a distribuição de material informativo e realização de palestras nas escolas, além da capacitação aos profissionais de saúde para que compreendam a importância do registro das notificações e da coleta de material para a confirmação dos casos.

“A partir desta reunião e da conversa com os representantes dos municípios vamos verificar o cumprimento destas ações e incrementá-las para que possamos aumentar a eficiência do controle e monitoramento dos casos de dengue, além de reduzir, mais ainda, a incidência da doença na Paraíba”, finalizou Bernadete Moreira.

Dados – De acordo com os dados do Boletim Epidemiológico divulgado na segunda-feira (20) pela SES, foram notificados 9.599 casos de dengue, sendo que 1.762 já foram descartados. Quanto à classificação dos casos, são 3.808 de dengue clássica; 77 casos diagnosticados como febre hemorrágica e 60 como dengue com complicação.

A gerente de Vigilância em Saúde, Talita Tavares, observou uma redução de 33,6% no total de casos de dengue quando comparado os anos de 2011 (11.801 casos registrados) e 2012 (7.837 casos registrados), números dos dados consolidados, excluídos os casos descartados.

Quanto aos casos graves da doença, o maior número de notificações foi nos municípios de João Pessoa (total de 89 casos, destes, 55 de dengue clássica com complicações (DCC) e 34 de febre hemorrágica de dengue (FHD); Teixeira (total de seis casos, destes cinco DCC e um FHD) e Bayeux (total de quatro casos, sendo um DCC e três FHD).

Quanto aos óbitos pelo agravo, são quatro casos já concluídos como óbito por dengue com oito casos em investigação, sendo cinco  em João Pessoa, um  no Conde, um em Bayeux e outro em Santa Rita.