João Pessoa
Feed de Notícias

Saúde capacita profissionais da vigilância de Patos

quinta-feira, 14 de março de 2013 - 10:45 - Fotos: 

A Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba (SES) promoveu, nessa terça-feira (12), um encontro com profissionais de vigilância da saúde dos municípios de Patos, Piancó e Princesa Isabel no auditório da Faculdade Integrada de Patos (FIP). O objetivo foi orientar os novos funcionários que estão assumindo as vigilâncias de saúde em seus respectivos municípios, sobre a responsabilidade de ações locais.

Para a gerente operacional de Vigilância Epidemiológica da SES, Bernadete Moreira, a iniciativa visa detectar eventuais problemas na saúde de cada município para solucioná-los. “Discutimos com eles o trabalho de monitoramento para que façam uma análise e tenham um quadro geral de como anda a saúde em seus municípios e quais ações precisam ser desencadeadas”, destaca.

Entre os principais assuntos abordados estão a infestação e o combate ao mosquito da dengue principalmente nos municípios de Cajazeiras, Araruna, Campo de Santana/Tacima, Imaculada, Juru e Solânea, cidades onde a população tende a armazenar água em tonéis devido à seca. Além disso, a normalidade dos atendimentos das salas de vacina onde os moradores poderão ser imunizados contra doenças sexualmente transmissíveis e poderão realizar testes rápido de HIV e sífilis.

Com a aproximação da Copa das Confederações, Copa do Mundo e Olimpíadas estas preocupações aumentam. “Quando o turista chega, ele conhece outras regiões. Não temos a garantia que eles ficarão somente nas cidades sedes. Por isso, é necessário melhorar o trabalho de vacinação que também deve proteger a população dos agravos que por ventura sejam trazidos pelos turistas”, finaliza a gerente epidemiológica.

Educação permanente em saúde – Ainda na terça-feira (12) o Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor), ligado a Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, realizou uma reunião com representantes da macrorregião de Patos, Piancó e Princesa Isabel para resgatar o trabalho da Comissão de Integração de Ensino e Serviço (Cies), grupo que assessora a Comissão de Intergestores Regional (CIR) para que juntos possam construir uma política de educação permanente em saúde.

De acordo com o representante do Cefor, Bruno Macedo, essa política enfrenta problemas na sua execução em todo o Brasil e, na Paraíba, não é diferente. “Existe recurso, existe portaria, mas não existe ação da regional. Estamos provocando, através dessas discussões, para que haja uma mobilização nesse processo de educação permanente. A CIR aprova o plano, o Ministério envia dinheiro, no entanto o município não consegue executar aquilo que havia proposto no plano regional”, esclarece Bruno.

Com o objetivo de finalizar o plano de educação permanente da macrorregional Patos, que compreende a 6ª, 7ª e 11ª gerências regionais haverá nos dias 17 e 18 de abril uma oficina no auditório da 6ª Gerência Regional de Saúde em Patos. Na ocasião, serão determinadas as ações e operacionalidades, além de eleger os representantes que vão compor a Comissão de Integração de Ensino e Serviço e aprovar o regimento interno dessa comissão.