João Pessoa
Feed de Notícias

Salão de Artesanato paraibano começa na próxima quarta-feira na Capital

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012 - 11:41 - Fotos:  Divulgação

O Programa de Artesanato da Paraíba abre, na próxima quarta-feira (19), o 17º Salão de Artesanato da Paraíba, no Jangada Clube, na praia do Cabo Branco, em João Pessoa. Entre as novidades deste ano, está a ampliação do número de artistas. São mais de 700 artesãos de 126 municípios paraibanos, que irão expor trabalhos em cerâmica, madeira, tecelagens, fios, fibras, brinquedos populares e até gastronomia em uma área de 3.200 m². O projeto arquitetônico é de Gustavo Vaz e Carolina Gomes.

Nesta edição, o Salão dará destaque aos brinquedos feitos à mão trazendo o tema “Imaginário Infantil”. A coordenadora geral do Programa de Artesanato Paraibano, Pâmela Bório, explicou que, mesmo se tratando do imaginário infantil, a feira não é exclusiva para crianças. “O tema é infantil, mas o Salão faz uma alusão a todo universo, ao simbolismo representado pela infância. Os adultos se remeterão à infância através da literatura de cordel, marchetaria, peças em madeira, tecidos, mandalas e tantos outros. Ampliamos o número de artistas para dar mais possibilidades, tanto na visibilidade das obras, quanto para os visitantes da feira”, destacou a coordenadora.

Para as artesãs Lindalva Maria, 73, e a filha dela, Luzia Andrade, 35, a produção começou no início do ano. “Trabalhamos o ano todo com encomendas para todas as regiões do Brasil e até para o exterior. O Salão nos dá essa visibilidade. Nosso trabalho é exposto e reconhecido. Os contatos estabelecidos com os turistas são ampliados e trabalhados durante todo ano”, comemorou dona Lindalva.

A artesã, natural de Gurinhém, recebeu o título Mestre das Artes através da Lei Canhoto da Paraíba, em 2007. Presente com seus trabalhos no salão, desde a primeira edição, ganhou visibilidade e hoje possui peças na Alemanha, Japão, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e recentemente no Museu de Arte Popular, em Campina Grande.

A paixão pelo ofício passa de mãe para filha. “Cresci vendo minha mãe fazer bonecas, um dia pedi que me ensinasse, desde então, não parei mais. Essa tradição vai continuar na família. Hoje, quem está começando a aprender é a minha filha de dezessete anos”, conta Luiza.

Novidades – Outras novidades do Salão do Artesanato serão o Museu dos Brinquedos, a árvore de Natal interativa e a casinha de bonecas em miniatura.

“O objetivo é que as crianças interajam com o brinquedo popular e a nossa cultura do universo infantil do passado, longe de produtos plásticos industrializados”, explicou a coordenadora executiva do Programa de Artesanato da Paraíba, Ladjane Barbosa.

Entre os projetos para 2013 está o Selo do Artesanato da Paraíba. “Será uma certificação que todo produto que está sendo vendido pertence genuinamente ao artesanato paraibano”, destacou Ladjane lembrando que o processo é longo, criterioso e que os artesãos levam pelo menos dois anos para se adequar aos padrões exigidos. Iniciativa semelhante só existe na Bahia.

Gastronomia paraibana – O Salão vai proporcionar, aos amantes da gastronomia, uma praça de alimentação onde será possível degustar comidas típicas, a exemplo de biscoitos caseiros, pamonha, canjica, milho, rapadura, etc.

Funcionamento – O espaço vai funcionar diariamente das 15h às 22h, até o dia 20 de janeiro. As exceções são para os dias 24, 25 e 31 de dezembro, bem como para o dia 1º de janeiro, quando o evento será fechado para as festas de final de ano. A visitação será gratuita e a organização estima movimentação diária de seis mil pessoas.