João Pessoa
Feed de Notícias

Salão de Artesanato mostra trabalhos premiados no Top 100 do Sebrae

quarta-feira, 6 de junho de 2012 - 15:43 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

Foto: Francisco França/Secom-PB

A beleza e criatividade do artesanato paraibano foram, mais uma vez, reconhecidos pelo Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato. Das 100 melhores unidades produtivas de artesanato do Brasil, quatro são paraibanas. As premiadas Associação dos Artesãos de Monteiro – Assoam (Monteiro), Natural Fashion (Campina Grande), Desfiar Labirinto (Riachão do Bacamarte) e a Cooperativa das Bordadeiras de Alagoa Nova – Cooban (Alagoa Nova) vão expor seus trabalhos no 16º Salão de Artesanato da Paraíba, entre os dias 10 a 30 de junho, em Campina Grande.

O Prêmio Sebrae Top 100 de Artesanato, que já está na sua terceira edição, tem como objetivo reconhecer e valorizar o trabalho realizado por artesãos de todo o País, selecionando as 100 unidades produtivas mais competitivas do Brasil. Além de avaliar a questão estética e o valor cultural, o prêmio também julga a gestão estratégica do negócio, como a cadeia de produção e a comercialização. Foram mais de 1,8 mil inscritos em todo o País e 90 da Paraíba, que ainda contou com nove finalistas nesta edição.

Segundo a coordenadora executiva do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), Ladjane Barbosa, a relevância de um prêmio nacional como o Top 100 é um incentivo forte para os artesãos, principalmente quando o resultado veio próximo à realização do Salão de Artesanato.

“Ter no currículo o selo do Top 100, com certeza engrandece qualquer trabalho. Não tem como a associação não se fortalecer com um reconhecimento desse nível. Por isso, no PAP, estamos sempre trabalhando a motivação desses artistas para que eles tenham mais conquistas como essa. O Salão de Artesanato será mais uma dessas vitrines importantes para mostrar a qualidade das nossas peças”, afirmou.

Já a gestora estadual de artesanato do Sebrae Paraíba, Verônica Ribeiro, ressaltou que os critérios usados no prêmio, como a gestão do negócio, podem impulsionar a profissionalização do trabalho dos artesãos. “A Paraíba já é reconhecida nacionalmente pela diversidade e qualidade das peças, mas a maioria dos artesãos ainda trata o artesanato como uma segunda fonte de renda e por isso estão engatinhando na gestão do negócio. O prêmio busca justamente mostrar que o artesanato pode ser rentável quando se há uma boa administração e preocupação com a comercialização”, disse.

Três vezes Top

A presidente da Associação Desfiar Labirinto, Terezinha Matias Cristovam, manifestou seu orgulho pelo prêmio que chega às artesãs de Riachão do Bacamarte pela terceira vez. “Fomos premiadas em todas as edições do Sebrae Top 100 e dessa vez a sensação é ainda melhor, porque temos a certeza de que estamos no caminho certo. Ostentar esse título dá mais visibilidade ao nosso trabalho e com certeza é motivo de muita alegria”, comemorou.

Terezinha contou que, entre os meses de fevereiro até maio, a associação já recebeu mais de 400 encomendas de todo o País. Trinta e cinco artesãs de renda labirinto fazem parte da Desfiar e mais de 100 peças da associação serão expostas no 16º Salão de Artesanato da Paraíba.

Salão de Artesanato

A 16ª edição do Salão de Artesanato da Paraíba vai ocorrer durante o Maior São João do Mundo, em Campina Grande, de 10 a 30 de junho. Com o tema “Tecendo Tradições”, o Salão homenageará a arte da tecelagem da Paraíba e contará com trabalhos de 4.650 artesãos e 78 associações de 126 municípios do Estado. A abertura será dia 10, às 16h, na Avenida Prefeito Severino Bezerra de Cabral, 510, bairro do Catolé.

O Programa de Artesanato da Paraíba é coordenado pela primeira-dama, Pâmela Bório. O PAP é vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico e conta com a parceria do Sebrae-PB.