João Pessoa
Feed de Notícias

Rômulo recebe CEF e discute obras de saneamento e abastecimento

quarta-feira, 28 de março de 2012 - 19:05 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

Foto: José Marques/Secom-PB

Na manhã desta quarta-feira (27), governador em exercício Rômulo Gouveia recebeu, em audiência, o superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Elan Miranda. Durante o encontro, ocorrido no Palácio da Redenção, eles trataram sobre o andamento das obras de saneamento e abastecimento do PAC II nos municípios do Conde, Lucena, Areia, Itabaiana e Mamanguape. Os investimentos chegam a R$ 139 milhões, sendo R$ 129 milhões do Governo Federal e R$ 10 milhões de contrapartida do Estado.

Miranda disse a Rômulo que todos os projetos foram encaminhados à CEF dentro do prazo. Agora, a instituição financeira se concentra na análise técnica para providenciar a liberação dos recursos. “O trabalho do Estado em parceria com a Caixa é sempre importante. No caso atual, o resultado é a garantia de recursos para investimentos que vão beneficiar, com água e esgotamento sanitário, a população de cinco municípios paraibanos”, avaliou.

Para Rômulo, o encontro foi bastante positivo. “Elan tem uma visão ampla do Estado e sabe da necessidade destes recursos para a recuperação das redes de abastecimento e de saneamento, que são muito antigas e não acompanharam o crescimento populacional destas áreas. A Caixa é uma grande parceira da Paraíba”, completou. A reunião desta quarta também serviu para discutir sobre o andamento dos programas de habitação no Estado.

Municípios beneficiados – Em Areia, serão investidos cerca de R$ 30 milhões no esgotamento e abastecimento d’água. Segundo Rômulo, as obras farão com que o município, que possui um grande potencial turístico, fique com 100% de abastecimento d’água. “Além disso, a cobertura de esgotamento sanitário vai passar de 27% para 90%”, disse o governador em exercício.

No Conde, haverá investimento de mais de R$ 33 milhões, para saneamento e abastecimento; em Itabaiana, serão R$ 3,6 milhões para melhorar o abastecimento d’água; já em Lucena, para a implantação da rede de esgoto e a ampliação da oferta de água, o PAC II destinará R$ 40 milhões; por fim, em Mamanguape, o investimento para ampliar o sistema de abastecimento de água será de R$ 32 milhões.