João Pessoa
Feed de Notícias

Rômulo participa da recriação do Instituto Histórico de Campina Grande

terça-feira, 27 de março de 2012 - 09:44 - Fotos:  Cláudio Góes/Secom-PB

O governador em exercício da Paraíba, Rômulo Gouveia, participou na última segunda-feira (26), à noite, da solenidade de recriação o Instituto Histórico de Campina Grande (IHCG), no auditório da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep-PB). O patrono da entidade será o ex-prefeito Elpídio de Almeida

“É muito importante a recriação do Instituto Histórico de Campina Grande, pois um povo sem história é um povo sem memória e o Governo do Estado está apoiando esta iniciativa”, enfatizou Rômulo, ressaltando a trajetória de Elpídio como historiador, médico, prefeito e deputado federal. Ele salientou que outras figuras ilustres da cidade também serão homenageadas.

Denominado “Casa Elpídio de Almeida”, o Instituto será um importante espaço de memória, com o objetivo de resgatar, conservar e democratizar a história de homens e mulheres, que no passado deixaram suas marcas em Campina Grande.

Representando a família de Elpídio, falou o filho dele, o médico e empresário Humberto Almeida. Ele sublinhou que o instituto não será apenas um espaço de pedagogia cultural, mas, sobretudo, terá como papel ser um caminho para conduzir os cidadãos campinenses até a educação. A entidade vai reunir acervos da memória local, como objetos reunidos em coleções particulares e fontes documentais impressas, iconográficas ou sonoras.

Por sua vez, o senador Cássio Cunha Lima, que integrou a mesa dos trabalhos, destacou que o “instituto nasce em um momento importante da cidade e é uma justa homenagem a uma figura que tanto contribuiu para o desenvolvimento de Campina Grande”.

Também participaram da solenidade Esther Caldas Bertoletti, sócia titular do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, e do historiador Joaquim Osterne Carneiro, presidente do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, além de deputados, vereadores, historiadores e professores.

A expectativa é de que o Instituto seja inaugurado em setembro desse ano. Sua sede será construída no Largo da Estação Velha, que por sinal se constitui em um dos mais importantes lugares históricos da cidade.