João Pessoa
Feed de Notícias

Rômulo debate com prefeito e empresários incentivos para instalar montadora de veículos em Campina

quarta-feira, 31 de julho de 2013 - 18:28 - Fotos: 

O vice-governador Rômulo Gouveia se reuniu nesta quarta-feira (31) com o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, e dirigentes da Indústria Brasileira de Veículos Automotores (Ibrava) para discutir a viabilidade da instalação de uma montadora de ônibus na cidade. A reunião aconteceu no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais (Ipsem), onde também foi apresentado um vídeo com imagens da montadora e do processo de fabricação dos ônibus.

Rômulo disse que a empresa quer abrir uma unidade no Nordeste e uma das opções é Campina Grande. “O Governo do Estado, dentro da política de atração de novos empreendimentos, oferece incentivos fiscais, logística e capacitação de mão de obra, a fim de proporcionar a geração de emprego e renda. Foi assim, por exemplo, com a fábrica de aviões, a Paradise, e será com a Ibrava e qualquer outra empresa que pretenda se instalar em Campina ou em outros municípios da Paraíba”, assinalou o vice-governador, que ressaltou o trabalho da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep) na atração de investimentos.

Por sua vez, o prefeito Romero Rodrigues destacou o empenho do vice-governador Rômulo Gouveia, enfatizando que ele fez contatos com a Prefeitura Municipal e encaminhou os empresários para Campina Grande. Ele garantiu o terreno para instalação do empreendimento, oferecendo parte de uma área desapropriada recentemente pela prefeitura no bairro do Ligeiro.

Com investimentos de R$ 200 milhões, a meta da Ibrava é conquistar entre 15% e 20% do mercado de ônibus no Nordeste com a instalação de uma fábrica na região. A empresa já vende veículos para empresas de transporte de Fortaleza e Recife e quer conquistar novos clientes. “A empresa já sai com uma demanda garantida. Já temos clientes na região e sentimos com a recepção que tivemos aqui na Paraíba que temos as condições de realizar o projeto em Campina”, explicou Eurico Lemos, diretor da Ibrava.

O projeto prevê a construção de uma fábrica com capacidade de produzir até 1,5 mil veículos ao ano. A expectativa é de que outras empresas da cadeia produtiva de veículos sejam atraídas para a cidade se a instalação da fábrica for concretizada. “Uma montadora como essa traz muitas indústrias periféricas, que fabricam o vidro, a espuma e os bancos, por exemplo. Com isso a geração de emprego é alta”, avalia Carlos Pimentel, consultor que representa a empresa na Paraíba.

Cursos da FAC- Ainda em Campina Grande, o vice-governador Rômulo Gouveia e o diretor-presidente da Fundação de Ação Comunitária (FAC), Lau Siqueira, entregaram certificados dos cursos de profissionalizantes no auditório do Museu Vivo da Ciência e Tecnologia. Foram capacitadas 156 pessoas nos cursos de promotor de vendas, tintura em tecido e secretariado.