João Pessoa
Feed de Notícias

Rômulo abre Encontro de Economia da Saúde do Nordeste em João Pessoa

terça-feira, 11 de março de 2014 - 16:50 - Fotos:  Roberto Guedes / Secom - PB

 O vice-governador Rômulo Gouveia abriu, nesta terça-feira (11) pela manhã, o “Encontro Regional da Economia da Saúde do Nordeste 2014”, no Centro de Convenções de João Pessoa Poeta Ronaldo Cunha Lima, que acontece até esta quarta-feira (12) com o tema “Avanços e eficiências nas políticas de saúde para o SUS”. Entre os mais de 800 participantes de vários estados brasileiros estão gestores públicos estaduais e municipais, representantes de órgãos estaduais e federais, servidores da saúde, estudantes, pesquisadores e membros da academia.

Fico feliz de participar deste evento porque na época de criação do Sistema Único de Saúde (SUS) eu era vereador e sei da necessidade que há de discutir recursos para o Sistema. Na Paraíba, aumentamos o número de leitos, mas ainda temos muitas dificuldades de recursos”, disse Rômulo, adiantando que o encontro também contribuirá para fortalecer os municípios, já que serão dadas orientações e discussões dos avanços e eficiências do SUS.


O secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza, lembrou que neste mês de março faz exatamente um ano que foi criado o Núcleo de Economia da SES. “Este evento, além de consolidar o Núcleo, cria diretriz para apoiar os municípios nas despesas. O estado e municípios estão sobrecarregados com a implantação de tantos programas do Governo Federal sem ter dinheiro para isso. Agora é o momento de botar na mesa todos os problemas referentes a recursos para encontrarmos a solução juntos”, comentou.

O evento está sendo realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Núcleo de Economia, em parceria com a Associação Brasileira de Economia da Saúde (Abres) e Departamento de Economia da Saúde do Ministério da Saúde e está contando com as presenças de várias autoridades, entre elas, a presidente da Abres, Rosa Maria Marques, e a diretora do Departamento de Economia do MS, Fabíola Sulpino.

Para Fabíola Sulpino, o problema do SUS não é só de financiamento, mas também de gestão, enquanto Rosa Maria disse que, embora o SUS seja um direito de todos e um dever do estado, está sempre com restrição de recursos. “Frente a isso temos que administrar da melhor forma possível e por isso os instrumentos da economia da saúde são fundamentais”, explicou.

Na ocasião, a coordenadora do Núcleo de Economia da SES, Shirleyanne Brasileiro, foi convidada por Rosa Maria para fazer parte da comissão organizadora do 11º Encontro Nacional e do 6º Congresso Latino-americano, em São Paulo, de 24 a 26 de setembro. “Nós fomos o primeiro estado do país a implantar o Núcleo de Economia da Saúde e neste período já conseguimos várias atividades macro fortalecendo os municípios”, comentou Shirleyanne.

Programação – Na abertura houve uma apresentação do grupo folclórico do Sesc e de dois integrantes do grupo de teatro formado por profissionais do Hospital Clementino Fraga, que fizeram um acolhimento de forma muito bem humorada.

A primeira palestra foi sobre “Contribuições da economia da saúde para o SUS”, com a participação do pioneiro no assunto, o médico sanitarista e pesquisador do Núcleo de Saúde Pública (Nesp), da Universidade de Brasília, Sérgio Piola (Abres), de São Paulo. Ele falou que o grande desafio da economia dos cuidados da saúde é explorar mais as relações entre saúde e renda, emprego, saneamento, habitação, transporte, educação, meio ambiente, etc.

Além destes destaques, o evento terá a participação dos Conselhos Nacional e Estadual de Saúde, que debaterão o “Subfinanciamento e as desigualdades nas distribuições de recursos do SUS”.

O encontro terá ainda painéis de apresentações dos Núcleos de Economia da Saúde do Nordeste (CE, BA, AL, PB, PE); exposição de 30 trabalhos científicos na área de economia da saúde, além da entrega da premiação do trabalho destaque. No encerramento, nesta quarta-feira (12), haverá shows com Chico César, Mílton Dornellas, Adeildo Vieira e Bira Delgado.