João Pessoa
Feed de Notícias

Rodovia da Reintegração começa a receber camadas de asfalto

segunda-feira, 18 de março de 2013 - 11:33 - Fotos:  Secom-PB

As obras da Rodovia da Reintegração seguem em ritmo acelerado. Entre as cidades de Assunção e Salgadinho, vários quilômetros já receberam asfalto, além da terraplanagem e construções de pontes. Recentemente, a obra foi inspecionada pelo diretor superintendente e o diretor de obras do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Carlos Pereira de Carvalho e Hélio Cunha Lima. A vistoria foi acompanhada por engenheiros do DER e da construtora Furlani.

Os dirigentes do DER também inspecionaram o outro trecho da rodovia ligando Areia de Baraúnas, Passagem, Quixaba, BR-230, em construção pela construtora Artec. Nos dois trechos, as obras são executadas dentro do cronograma traçado, de acordo com os diretores.

A ordem de serviço foi assinada no dia 7 de dezembro, pelo governador Ricardo Coutinho para execução de melhoramento e pavimentação da PB-228, a já denominada Rodovia da Reintegração, com 84,2 km, interligando os municípios de Assunção, Salgadinho, Areia de Baraúnas, Passagem, Quixaba, entroncamento da BR-230 e acesso a Cacimba de Areia, incluindo a restauração e adequação de capacidade do Entroncamento da BR-230 a Assunção, com 8 km. O investimento total é de R$ 62.409.907.92.

A obra, uma das maiores de pavimentação rodoviária dos últimos anos na Paraíba, está dividida em dois lotes. O lote I, com 39,3 km, contempla o trecho da rodovia entre Assunção/Salgadinho/Areia de Baraúnas/Entroncamento do acesso a Passagem. O valor estimado é de R$ 35.209.982,29. O lote II, com 37 km, vai do acesso a Passagem/Quixaba/Entroncamento da BR-230, inclusive os acessos a Passagem e Cacimba de Areia. O valor estimado é de R$ 27.199.925,63.

Com a obra, incluída no Programa Caminhos da Paraíba, o Governo do Estado contempla uma população de 117.141 habitantes dos municípios beneficiados, além de Patos. A rodovia terá um tráfego médio diário no primeiro ano de 1.091 veículos. É previsto um aumento acentuado com o desvio do tráfego que demanda para o Sertão e vice-versa, através da BR-230, evitando acidentes na serra de Santa Luzia.

Estão programados serviços  de terraplanagem, pavimentação asfáltica, seis novas pontes em concreto armado, drenagem profunda e superficial, cercas com estacas de concreto, recuperação de áreas degradadas, paisagismo e sinalização horizontal e vertical.

A iniciativa do Governo do Estado visa promover o desenvolvimento sócio-econômico da Paraíba, modernização e ampliação da infra-estrutura rodoviária estadual, integração das sedes dos municípios à malha rodoviária pavimentada, proporcionar rapidez no escoamento da produção econômica regional, geração de prosperidade e elevação da qualidade de vida da população e oferecer conforto e segurança aos usuários da rodovia.