João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo visita obras do Espaço Cultural e Vila Olímpica

quarta-feira, 19 de março de 2014 - 09:09 - Fotos:  Francisco França/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho visitou, na tarde dessa terça-feira (18), as obras de reforma e ampliação do Espaço Cultural e da Vila Olímpica Ronaldo Marinho, em João Pessoa. A meta do Governo do Estado é entregar as obras dentro dos prazos previstos.

De acordo com dados da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado (Suplan), as obras de reforma do Espaço Cultural estão 70% concluídas. O investimento total é de R$ 49 milhões. Durante a visita, Ricardo Coutinho esteve acompanhado do secretário da Suplan, Ricardo Barbosa, do diretor de obras, Marcelo Cavalcanti, e do presidente da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Lau Siqueira.

O governador reiterou para a construtora a necessidade de acelerar ainda mais o ritmo da obra, que é importante para a cultura paraibana. “Nossa função é garantir os recursos para as obras e acompanhar de perto o andamento para garantir a agilidade”, destacou.

O engenheiro responsável pela obra da construtora, Márcio Ebraim, informou que a cobertura do local, piso, a parte administrativa e as telas estão prontas e a empresa vai intensificar ainda mais o trabalho nos próximos meses. A obra de reforma do Espaço Cultural gera atualmente 160 empregos diretos e indiretos.

O superintendente da Suplan, Ricardo Barbosa, disse que o novo empreendimento ganhará uma cobertura termo-acústica na Praça do Povo, novo piso, mezaninos, salas de dança, Cine Banguê, Teatro de Arena e Teatro Paulo Pontes, com novas poltronas, palco com elevador e cobertura acústica. “Em todas as grandes obras do Estado temos recomendado a adoção dos três turnos, até porque vamos enfrentar um período de fortes chuvas em João Pessoa e precisamos dar celeridade dos períodos de estiagem para evitar atrasos”, completou Barbosa.

Complexo Esportivo – Em seguida, Ricardo visitou a Vila Olímpica Ronaldo Marinho (antigo Dede), onde estão sendo investidos quase R$ 30 milhões na construção do complexo esportivo. As obras estão gerando 130 empregos diretos e estão 60% concluídas.

O complexo de alto rendimento terá três piscinas, incluindo a primeira de nado sincronizado na América Latina, salão de dança, setor administrativo, gradil de muro, vestiário, novas arquibancadas, nova cobertura do ginásio, mini campo com vestiários, novo gramado e ampliação da arquibancada.

Segundo Ricardo Barbosa, será um centro esportivo de alto rendimento com pista de atletismo, campo padrão Fifa, um alojamento para 80 atletas e sala de ginástica. “O complexo já está catalogado entre as vilas olímpicas que poderão ser utilizados nas olimpíadas de 2016”, ressaltou Barbosa.