João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo transmite cargo para presidentes da Assembleia Legislativa e Tribunal de Justiça

quinta-feira, 16 de julho de 2015 - 16:15 - Fotos:  José Marques/ Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho fez a transmissão do cargo, na manhã desta quinta-feira (16), para o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, que governará a Paraíba no período de 16 a 21 deste mês, e para o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, que permanecerá no governo no período de 22 a 26 deste mês. A solenidade aconteceu no Salão Nobre do Palácio da Redenção.

Na ocasião, Ricardo Coutinho disse ter plena e absoluta confiança no deputado Adriano Galdino e no desembargador Marcos Cavalcanti, a quem considera “dois homens honestos e de personalidade, com visão de Paraíba, com uma visão de presente e futuro”. E ressaltou: “Eles compreendem muito bem a caminhada que este Estado faz, uma caminhada diferenciada e de coragem, porque para governar um Estado na situação de crise que o país se encontra é preciso ter coragem e, graças a Deus, isso nunca me faltou e não vai faltar a esses dois homens públicas. Pra mim, é motivo de alegria poder compartilhar o Poder Executivo com o presidente da Assembleia e logo em seguida com o presidente do TJ”.

O deputado Adriano Galdino, em seu pronunciamento, narrou um pouco da sua história de vida, lembrando situações de necessidade que passou com seus familiares. Ele enfatizou que nunca imaginou chegar ao cargo de governador da Paraíba. E observou que a posse simultânea é uma prova de que os três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – estão trabalhando em harmonia, “com o propósito único de elevar a Paraíba em todos os segmentos sócio-políticos”.

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Marcos Cavalcanti, lembrou que ele será o 18º magistrado a assumir a chefia do Poder Executivo e o décimo filho ilustre da comarca de Mamanguape a chegar a este posto. Ele agradeceu ao governador Ricardo Coutinho pela confiança e se mostrou emocionado ao ser indicado para o cargo mesmo num período curto da história da Paraíba. “Só tenho a agradecer ao governador, homem corajoso, seguro e que sabe comandar politicamente o Estado da Paraíba que vem sendo destaque no cenário nacional”, disse o magistrado. Ele disse ainda que durante o seu período como governador em exercício vai cumprir a agenda positiva do Palácio da Redenção, que prima pelo planejamento e zelo com os recursos da Paraíba.