João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo se reúne com cônsul da Argentina no Concerto Binacional Argentina/Brasil

sexta-feira, 3 de junho de 2016 - 11:28 - Fotos:  Walter Rafael

O governador Ricardo Coutinho recebeu, na noite dessa quinta-feira (2), o cônsul da Argentina, Jaime Beserman, e a consulesa Patrícia Membibre em uma reunião na Fundação Espaço Cultural (Funesc), em João Pessoa, pouco antes do Concerto Binacional Argentina/Brasil, realizado na Sala de Concertos Maestro José Siqueira.

Durante a conversa, o governador e o representante do Consulado da Argentina no Recife discutiram parcerias nos âmbitos cultural e econômico, com o propósito de estreitar os laços entre a Argentina e a Paraíba. “Pela primeira vez, temos a honra de realizar a comemoração de duas datas importantes para a Argentina, que são o 25 de Maio e o 9 de Julho, com este concerto fora do Recife. Escolhemos João Pessoa como local dessa celebração pela tradição da orquestra paraibana e a cultura sinfônica”, afirmou o cônsul.

A presidente da Funesc, Nézia Gomes, também participou do encontro e falou da possibilidade de projetos futuros relacionados à cultura. “Nossa proposta é que possamos ampliar essa parceria. Um deles diz respeito ao Música do Mundo, no qual trazemos experiências musicais de todo o planeta. Através dele, queremos trazer músicos argentinos para cá, e em um futuro próximo, levar artistas paraibanos para lá. Outro que está em processo avançado é o projeto de oficinas 3D, além de uma programação de filmes infantis argentinos para estudantes de escolas públicas e de comunidades”, explicou.

O governador também explicitou o desejo de fazer parcerias econômicas, mas ressaltou que entende a cultura como uma ponte para consolidar essas ações. “A importância principal de estreitar laços culturais é que eles são muito mais sólidos que os econômicos. Acordos econômicos são volúveis e podem se desfazer por muitos motivos, mas quando há um vínculo cultural forte, é natural que esse tipo de parceria vença qualquer tipo de instabilidade”, pontuou Ricardo.