João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo recebe prefeitos e discute investimentos em saúde e educação

quarta-feira, 3 de agosto de 2011 - 16:46 - Fotos:  João Francisco/Secom-PB

Ricardo durante reunião com prefeitos no Palácio. Foto: João Francisco

O governador Ricardo Coutinho recebeu, no início da tarde desta quarta-feira (3), no gabinete do Palácio da Redenção, o prefeito de Gado Bravo, Evaldo Araújo (PMDB), e o prefeito e o vice-prefeito de Olivedos, Josimar Costa (PMDB) e Grigório de Almeida, respectivamente. Os gestores estavam acompanhados do deputado estadual Doda de Tião (PMDB) e discutiram sobre os projetos apresentados nas áreas de saúde e educação, dentro do Pacto pelo Desenvolvimento Social.

O prefeito de Gado Bravo, Evaldo Araújo, pediu ao governador investimentos nas áreas de saúde e infra-estrutura para o município. Ele disse que inscreveu um projeto para a conclusão de reforma de uma unidade de saúde dentro do edital lançado pelo governo do Estado e elogiou a abertura de diálogo entre o governo do Estado e as prefeituras, independentemente da posição política dos prefeitos. “Esse é o caminho certo para que as ações cheguem às regiões e a população do município”, disse.

A prefeitura de Olivedos também encaminhou um projeto no valor de R$ 100 mil, dentro do Pacto pelo Desenvolvimento Social, para a reforma da escola municipal Francisco Lucino, que beneficiará 500 alunos do ensino fundamental e médio.  “Queremos destacar a importância do pacto firmado com os municípios. É um instrumento para fazer chegar as ações em áreas essenciais, como saúde e educação, nos pequenos municípios”, avaliou o prefeito Josimar Costa.

O governador Ricardo Coutinho destacou que o Pacto do Desenvolvimento Social pré-selecionou 197 projetos apresentados nos editais da saúde e educação e que, no dia 10 de agosto, irá divulgar os contemplados com um montante de recursos de R$ 50 milhões. Ele agradeceu aos prefeitos de Gado Bravo e Olivedos por acreditar no projeto do governo e desejou que os projetos das duas prefeituras sejam aprovados pelo pacto.