João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo recebe diretores da Fiat e cria comitê para atrair indústrias para a PB

sexta-feira, 26 de agosto de 2011 - 17:04 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho recebeu, nesta sexta-feira (26), os diretores da Fiat para uma reunião e abriu oficialmente o processo de diálogo para a atração de investimentos em torno da instalação do complexo industrial da montadora que será construída em Goiana, em Pernambuco, divisa com a Paraíba. Durante o encontro, o governador e a presidente da Cinep, Margarete Bezerra, mostraram oportunidades e projetos a serem desenvolvidos no sentido de buscar novos negócios em torno da cadeia produtiva da indústria automotiva.

O diretor de Relações Institucionais da Fiat, Antônio Sérgio Martins Melo, disse que ficou impressionado com o que o Governo da Paraíba apresentou em relação à infraestrutura e à capacitação da mão-de-obra. “O Estado está pronto para receber investimentos, até porque reúne atributos. Mas podemos garantir que saímos da Paraíba impressionados com a capacidade do Estado e com sua infraestrutura”, disse.

Antônio Sergio explicou que, durante a reunião, apresentou a expectativa da Fiat com o investimento central na cidade de Goiana, mas destacou que esse é um projeto do Nordeste, com investimentos nos estados, e tendo a Paraíba como candidato forte dado à proximidade com o complexo industrial da montadora.

Ricardo Coutinho destacou que a Paraíba dialoga diretamente com o projeto do Polo Automotivo da Fiat, pela localização estratégica e pela disponibilização de áreas de até mil hectares nos municípios próximos, além dos investimentos em infraestrutura e logística nessas localidades. “Essa primeira conversa oficial da Fiat, com o acompanhamento de José Luiz, assessor especial do ministro da Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, vem sacramentar essa convergência de interesses, que será muito boa para o projeto da montadora e para tudo o que vamos constituir para que a Paraíba possa dar um salto na sua industrialização”, avaliou o governador.

Ricardo informou que o Estado está adotando um regime tributário idêntico ao de Pernambuco. Também salientou a força do Estado no que se refere à mão-de-obra qualificada, formada nos 29 campi de Ensino Superior, e à posição de detentor, no País, do maior número de vagas por dez mil habitantes no Ensino Superior, além de ser segundo colocado em número de pesquisadores por 100 mil habitantes. “Temos uma identidade muito próxima com a tecnologia, que é a chave hoje para qualquer projeto automotivo do mundo”, lembrou Ricardo.

Comitê – Para estreitar ainda mais a relação entre a direção da Fiat, o Ministério da Ciência e Tecnologia e o Governo de Pernambuco, o Governo da Paraíba criou um comitê com representantes de secretarias e órgãos, que vai aproximar o Estado das empresas da cadeira alimentadora da Fiat. “Esse comitê possibilitará a discussão de formação de mão-de-obra, estrutura e diálogo com municípios, o Sistema S e as federações de Indústria e Comércio. Queremos entrar no processo de atração de indústrias para a Paraíba de forma eloquente e definitiva, porque é bom para um projeto que beneficia todo o Nordeste”, disse o governador.

A reunião contou também com a presença do diretor de Relações Industriais para a América Latina, Adauto Duarte; do secretário estadual de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Renato Feliciano; do secretário chefe do Governo, Lindolfo Pires; do secretário do PAC na Paraíba, Ricardo Barbosa; do secretário executivo de Indústria e Comércio do Estado, Marcos Procópio; da presidente da Cinep, Margarete Bezerra; e do secretário da Receita do Estado, Rubens Aquino.

Durante a reunião, Margarete Bezerra apresentou dados sobre os 25 distritos industriais do Estado e sete em implantação, sobre fontes de capacitação educacionais e também sobre as potencialidades da Paraíba, incentivos municipais e regionais.

“O projeto da Fiat cresceu muito, o que é bom para a Paraíba e para o Nordeste. Foi feita a prospecção inicial de mil hectares nas áreas de Alhandra, Caaporã, Pedras de Fogo, Conde e Santa Rita para receber empresas sistemistas da montadora. O Governo do Estado está em contato com prefeitos e já começa a agilizar projetos de infraestrutura e capacitação na região para atrair investimentos”, adiantou Ricardo.