João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo prestigia festa em homenagem ao Padre Ibiapina

sábado, 20 de fevereiro de 2016 - 11:24 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho participou, nesta sexta-feira (19), da tradicional festa do Padre Ibiapina, no Santuário de Santa Fé, localizado entre os municípios de Arara e Solânea. Com a celebração de uma missa, presidida pelo bispo Dom Lucena, os fiéis lembraram os 133 anos da morte do Padre Ibiapina e agradeceram pelas bênçãos recebidas.

Cerca de 10 mil pessoas de várias cidades da Paraíba e também de Estados vizinhos, participaram da celebração religiosa. O governador Ricardo Coutinho cumprimentou os fiéis, em seguida acompanhou a missa e destacou que estes momentos são importantes para lembrar a obra do Padre Ibiapina em benefício do povo nordestino e renovar a religiosidade da população.

Durante a celebração Dom Lucena falou sobre a solidariedade que era uma das características do Padre Ibiapiana e fez com que ele tivesse tantos seguidores. “Que neste dia possamos nos espelhar no exemplo do Padre Ibiapina, devoto da Virgem Maria, símbolo da bondade e generosidade. Que o bem e a justiça buscados por ele e por todos possam reinar sempre” disse.

“O Padre Ibiapina foi um exemplo para nosso povo, ele dedicou a vida para ajudar os mais necessitados. E fez a diferença na história de muitas pessoas. Sempre venho aqui prestar minha simples homenagem” falou a dona de casa Magna Santos.

O jovem Petrônio Duarte mora em Solânea e disse que admira a história de vida do Padre Ibiapina. “Sou católico e desde que conheci as situações vivenciadas pelo Padre me tornei admirador dele. Esse Santuário já existe há cerca de 14 anos e sempre que posso venho demonstrar minha fé” enfatizou.

Padre Ibiapina – José Antônio Maria Ibiapina nasceu no dia 5 de agosto de 1806, em Sobral, Ceará. Foi ordenado aos 47 anos e iniciou uma obra missionária pelo Nordeste. Construiu capelas, igrejas, cacimbas, poços, cemitérios, hospitais e chegou a fundar mais de vinte Casas de Caridade. Foi a ponte entre a Igreja e o povo pobre do Nordeste, construindo uma obra significativa, partilhando água, alimento e abrigo com doentes, mendigos e retirantes, levando sempre uma palavra de conforto para aqueles que precisavam. Peregrinou por Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí e Paraíba, criando uma legião de seguidores. O Padre Ibiapina faleceu no dia 19 de janeiro de 1883, na Casa de Caridade Santa Sé, na Paraíba.