Fale Conosco

23 de maio de 2013

Ricardo participa de audiências em Sousa e Catolé do Rocha



O Governo do Estado investe atualmente R$ 103,5 milhões em obras que foram demandas do Orçamento Democrático Estadual de 2012, nas 8ª e 10ª Regiões Geoadministrativas com sedes em Catolé do Rocha e Sousa, respectivamente. No ano passado, a população de vários municípios decidiu as prioridades nas plenárias do ODE e o governo atende os pleitos com a execução das obras. Nesta sexta-feira (24), a partir das 19h, a audiência pública acontecerá na cidade de Sousa, e no sábado (25), no mesmo horário, será em Catolé do Rocha.

Estradas - Na região de Sousa, o Governo do Estado investe no momento R$ 25,5 milhões. Para asfaltar 15 quilômetros da Rodovia da Produção, que liga Sousa ao Distrito de São Gonçalo, área de grande produção agrícola, estão sendo investidos R$ 11,2 milhões. As obras vão beneficiar mais de 65 mil habitantes, melhorando o tráfego diário de 400 veículos. Outros R$ 6 milhões são investidos na pavimentação da rodovia PB-387 e PB-383, trecho de 10 quilômetros entre Vieirópolis e Sousa.

Dinossauros - Na recuperação do Parque Estadual Vale dos Dinossauros, foram aplicados cerca de R$ 653 mil. O parque recebeu novas passarelas para que os turistas possam voltar a percorrer trilhas e fotografar. A área abriga uma das mais significativas amostras de pegadas fossilizadas de dinossauros em todo o planeta. O projeto de revitalização envolveu a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e a Petrobras.

Saúde – A interiorização da saúde também beneficia a população da região. No ano passado, o Governo investiu R$ 2 milhões na aquisição de rádios receptores para as bases do Samu; reforma do Hospital Regional de Sousa, com a implantação de quatro leitos para a UTI semi-intensiva e a entrega de uma UTI móvel. O Hospital Materno-Infantil de Sousa ampliou em mais 20 os leitos obstétricos.

Educação e saneamento - Com sede em Catolé do Rocha, a 8ª região geoadministrativa do Estado abrange ainda os municípios de Belém do Brejo do Cruz, Bom Sucesso, Brejo do Cruz, Brejo dos Santos, Jericó, Mato Grosso, Riacho dos Cavalos, São Bento e São José do Brejo do Cruz, totalizando 10 cidades. Os investimentos totais são na ordem de R$ 78 milhões.

As obras de saneamento básico e a construção da Escola Técnica Estadual em São Bento, totalizando investimentos de R$ 35,5 milhões, em execução, foram demandas do Orçamento Democrático 2012. As obras de ampliação do sistema de abastecimento d’água em Catolé do Rocha, Riacho dos Cavalos, Belém do Brejo do Cruz, Jericó e São Bento somam recursos de R$ 16 milhões.

A obra da Escola Técnica Estadual em São Bento, atualmente em licitação, envolve recursos no valor de R$ 7,5 milhões. A meta é oferecer ensino profissionalizante de qualidade aos jovens do Sertão do Estado e auxiliá-los a se inserir no mercado de trabalho. O Governo está construindo sete unidades na Paraíba. Cada escola técnica tem capacidade para 1.200 alunos e terão 11 salas de aula e auditório para 145 pessoas.

As escolas técnicas também terão biblioteca, sala multimídia para professores, laboratório de línguas, informática, física, química, biologia e matemática, refeitório, cantina, cozinha industrial completa, sala para o grêmio estudantil, oficina de manutenção, anfiteatro, ginásio poliesportivo e centro de vivência.

Em São Bento e Belém do Brejo do Cruz, o Governo do Estado iniciou a implantação do esgotamento sanitário. Os investimentos somam R$ 22,5 milhões. As obras em Belém de Brejo do Cruz vão custar mais de R$ 14 milhões, recursos provenientes do Tesouro do Estado e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Catolé do Rocha também foi beneficiada com Patrulhas Rurais. Na região, os municípios de Belém do Brejo do Cruz e Brejo do Cruz foram beneficiados com a restauração da PB-293, em uma extensão de 18,3 km. Os investimentos somam R$ 4 milhões.