João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo lança programa que oferece bolsas para a pós-graduação   

sexta-feira, 2 de setembro de 2016 - 15:49 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho lançou, nesta sexta-feira (2), um programa de bolsas de pós-graduação, fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq), e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes)/Ministério da Educação (MEC). O programa, vinculado a universidades públicas e privadas, visa incentivar e dar oportunidades para graduados que querem adquirir mais conhecimentos por meio de uma pós-graduação. Serão 198 bolsas para este primeiro edital do programa, sendo 94 para mestrado e 104 para doutorado. Estão previstos investimentos da ordem de R$ 32 milhões.
Durante a solenidade, Ricardo destacou que o programa é inédito no Estado e de grande importância diante do atual momento de cortes de bolsas para pós-graduação em todo o país. “O Brasil e a Paraíba têm que olhar para o futuro. Esse esforço que estamos fazendo para aportar recursos para o incentivo da pós-graduação é fundamental, porque devido à crise nacional, muitas bolsas em universidades estão sendo cortadas. Então este ato significa investimento em educação, ciência, tecnologia, enfim, vai promover um desenvolvimento de recursos humanos em áreas que tragam crescimento local. Estamos começando hoje um convênio total de R$ 32 milhões, sendo que para o primeiro edital serão R$ 14 milhões investidos nessa parceria entre Governo Federal e Estadual. Que este edital traga mais e melhores mestres e doutores para a Paraíba”, ressaltou.
O edital do programa de bolsas de formação será lançado neste mês de setembro e terá início a partir de março do próximo ano. “Essas bolsas são abertas para qualquer curso de pós-graduação, mestrado e doutorado, que seja reconhecido pelo MEC, em universidades públicas ou privadas. As bolsas representam uma espécie de salário para estes alunos de pós-graduação (R$ 1.500 para mestrado e R$ 2.200 para doutorado), que muitas vezes deixam de estudar porque precisam de uma renda para manter a família, então preferem trabalhar que se dedicar a uma pós. São 198 bolsas neste primeiro edital que significa qualificação científica e mais recursos circulando no Estado”, explicou o presidente da Fapesq, Cláudio Furtado.
“Esse programa chega em um momento extremamente oportuno de forma a atender localmente nossos programas de pós-graduação e evitar quedas na formação. A contrapartida do Estado será de R$ 7 milhões em seis anos. Tem pessoas que entram em uma pós, mas só mantêm uma dedicação aos estudos quando tem a bolsa, porque sem o aporte financeiro a maioria precisa se dividir entre estudos e trabalho. Este edital é positivo tanto para os alunos como para as universidades que vão conseguir manter suas cotas de alunos nos mestrados e doutorados”, disse a secretária executiva da Ciência e Tecnologia, Francilene Procópio Garcia.

O presidente da Financiadora de Estudos e Pesquisas (Finep), Vanderley de Sousa, esteve presente à solenidade representando o Ministério da Ciência e Tecnologia e parabenizou a iniciativa do Governo do Estado. “Parabenizo o governador por se preocupar em dar este incentivo aos alunos de pós-graduação da Paraíba. Temos contribuído com recursos para bolsas de mestrados e doutorado em vários Estados, principalmente relacionadas à ciência, tecnologia e inovação, por isso reconheço a importância de programas como este lançado aqui”, pontuou.

A reitora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Margareth Diniz, afirmou que formar mestres e doutores é de grande relevância pra o crescimento da pesquisa e da inovação tecnológica no Estado. “Esta ação que o Governo do Estado realiza hoje merece os parabéns porque incentiva a formação de recursos humanos. Ao longo de anos nós vimos uma distância enorme no número de formação de mestres e doutores na Paraíba, em relação a outros Estados do Sudeste, por exemplo. A UFPB é uma das instituições mais procuradas pelos interessados em pós-graduação e é uma satisfação acadêmica enorme participar desta solenidade”, frisou.

“Este ato se configura como uma boa novidade em relação ao incentivo à pós-graduação e pesquisa no Estado. Todo investimento nesse sentido é de grande importância porque os alunos precisam se dedicar totalmente aos estudos e a bolsa faz com que isso seja possível”, observou o reitor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Rangel Júnior.

“Sou mestre em Ciência da Nutrição e quero me candidatar a uma bolsa de doutorado nesta área na UFPB. Fazer pesquisa no Brasil é muito difícil porque falta incentivo. Então vejo este programa do Governo com bons olhos, já que representa mais uma oportunidade de avanço nos estudos, espero ser contemplada”, disse a mestre Tamires Ribeiro.