João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo lança programa que monitora saúde de gestantes durante pré-natal

segunda-feira, 14 de março de 2016 - 15:59 - Fotos:  Alberi Pontes

O governador Ricardo Coutinho, acompanhado da vice-governadora Lígia Feliciano e da secretária de Saúde, Roberta Abath, lançou, nesta segunda-feira (14), o programa Alô Mãe – Sala de Monitoramento da Gestante, no Espaço Cultural. O objetivo do programa, exclusivo do Governo da Paraíba, é acompanhar, por meio de ligações telefônicas rotineiras, o processo de cuidado no pré-natal das gestantes e das crianças no primeiro ano de vida, em todo o Estado.  Para isso, foram investidos R$ 300 mil na compra de equipamentos e R$ 40 mil no custeio (recursos próprios).

Durante visita à sala do Alô Mãe, o próprio governador Ricardo Coutinho ligou para uma gestante de Princesa Isabel e explicou sobre o programa. Em entrevista à imprensa, disse que é imprescindível a parceria com os municípios, responsáveis pelo pré-natal. “O Alô Mãe surge em função de uma realidade muito dura, que é o grande número de morte materna. Por conta de uma série histórica de problemas, o pré-natal deixa muito a desejar. Esta mulher com quem falei, por exemplo, já está no oitavo mês de gravidez e ainda não sabe onde vai fazer o parto. É preciso que os municípios vejam o programa como uma grande colaboração na redução da mortalidade materna”, ressaltou.

O governador disse ainda que fica feliz por ter a oportunidade de entregar à população um serviço tão útil, em tempos de crise, e, ainda por cima, com recursos próprios. “Com o Alô Mãe, o governo demonstra um grande respeito pelo dinheiro do povo, pois, proporcionalmente, temos a maior rede de hospitais do país, com 33 unidades, e a menor renda per capita do SUS. Por isso, minha alegria por uma iniciativa como essa é mostrar ao resto do país que a Paraíba serve de exemplo como gestão pública”, concluiu.

Para a secretária Roberta Abath, o momento é unir forças. “Apesar do momento difícil e do desconhecido que estamos enfrentando, em relação a algumas gravidades, o momento é de união entre os governos federal, estadual e municipal para salvar o país, que é muito maior que qualquer crise; e não vejo como vencer se a população não estiver unida, a exemplo do combate ao mosquito Aedes aegypti”, falou.

A gerente de Atenção à Saúde da SES, Patrícia Assunção, mostrou o funcionamento do programa. Por meio de um formulário específico, com uma série de perguntas baseadas nos protocolos vigentes, serão obtidas informações para atenção e cuidado no pré-natal. Considerando as informações disponibilizadas pelas gestantes, elas serão avaliadas para, a partir disso, serem repassadas as devidas orientações com relação aos serviços de saúde de referência no Estado para os cuidados necessários para uma gestação saudável.

“A gestante receberá uma ligação antes da consulta de pré-natal, para ser informada sobre a importância do acompanhamento médico adequado; e outra após a consulta, para saber se está tudo bem e se os exames necessários foram solicitados. Caso seja detectada alguma irregularidade, o Alô Mãe encaminhará um alerta ao gestor responsável no município em que a gestante se encontra, para que seja buscada rapidamente a solução do problema”, explicou Patrícia Assunção.

Ela adiantou que será considerado ‘alerta’ quando a gestante relatar sintomas do zika vírus (manchas no corpo e coceira, por exemplo) durante a gravidez. Diante desta situação, ela será orientada a buscar imediatamente os serviços de referência de saúde, considerando o Protocolo de Atenção à Microcefalia do Estado da Paraíba. As informações serão encaminhadas aos gestores dos municípios para monitoramento dos casos.

No que se refere ao cuidado às crianças, serão realizadas ligações para acompanhamento das três consultas do primeiro mês de vida, que devem ser realizadas nas Unidades de Saúde da Família. Serão repassadas, também, orientações sobre a importância da Triagem Neonatal e do aleitamento materno, além de ser feito o acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança até o segundo ano de vida.

Também participaram da solenidade de lançamento do programa Alô Mãe gestores e técnicos da Saúde e de outras pastas, o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, e o presidente da Codata, Kroll Jânio. A Codata foi a empresa do estado que desenvolveu o sistema do programa.