João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo lança prêmios e ressalta investimentos na educação

segunda-feira, 8 de julho de 2013 - 16:40 - Fotos:  José Marques / Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho lançou nesta segunda-feira (8), no Hotel Garden, em Campina Grande, a edição 2013 dos prêmios “Mestres da Educação” e “Escola de Valor”, que já investiram R$ 20,8 milhões nas duas primeiras edições. Na ocasião, foram entregues 800 netbooks aos professores da rede estadual de ensino que concluíram o curso Educador Digital.

O “Escola de Valor” visa contemplar unidades que apresentem melhoras nos índices de qualidade de ensino e oferece 14º salário a todos os funcionários. Já o “Mestres da Educação” possibilita que professores com projetos inovadores também sejam beneficiados com salários extras, o que em alguns casos proporcionará docentes com até 15º salário na Rede Estadual de Ensino.

Em seu pronunciamento, Ricardo Coutinho ressaltou que houve um crescimento de 234% no número de servidores de beneficiados com a premiação. Lançados em 2011, pela Secretaria de Educação, os prêmios contemplaram, no primeiro ano, 126 professores e 70 escolas da rede estadual de ensino da Paraíba, beneficiando 4.882 servidores. Na versão 2012, foram premiados 1.105 professores e 290 escolas, sendo beneficiados 16.345 servidores. O investimento total com as duas versões do prêmio foi de R$ 20.806.271,81.

Ele enfatizou que o Governo do Estado, com o lançamento dos prêmios, está plantando sementes na educação. Para Ricardo, a educação depende não somente dos instrumentos, mas também do ser humano, da pessoa que está passando conhecimento. “Os instrumentos são necessários para melhor educar. O mundo está cada vez mais competitivo. A competição está do Brasil para fora, mas também dentro do nosso bairro, da nossa casa e da nossa rua”, afirmou o governador, lembrando que mais de 200 salas de aula foram construídas na sua gestão.

Ricardo acrescentou que a principal política do Governo do Estado é o resgate da educação para fazer com que a Paraíba possa ser verdadeiramente democrática. “O que caracteriza um país democrático é você criar as condições de igualdade de oportunidades na vida dos diferentes social e economicamente, mas isto por meio da educação”, frisou o governador.

Por sua vez, a secretária de Educação, Márcia Lucena, disse que os prêmios têm por objetivo buscar boas práticas, fazendo com que o sentido de rede e cooperação seja despertado. “Nós temos a responsabilidade de construir novas formas de fazer a educação. Como ela lida com essas pessoas, com o universo social das pessoas e também pessoal, os profissionais e esse ambiente da educação precisam estar em permanente reconstrução. Os profissionais da educação são aqueles que precisam saber e apreender e reaprender o tempo todo”, frisou.

Em nome dos professores, a professora Maria Adalgisa agradeceu ao governador pelo lançamentos dos prêmios, investimentos na capacitação da categoria, melhorias salariais e reformas e construção de novas escolas.

Já o prefeito em exercício de Campina Grande, Ronaldo Cunha Lima Filho, disse que o governador Ricardo Coutinho dá mais uma demonstração de apreço e carinho ao lançar os dois prêmios na cidade. “O destino trama positivamente . No primeiro dia útil do governo de Romero Rodrigues, o governador veio a Campina, numa deferência ao município trazer investimentos. No primeiro dia da nossa interinidade, ele traz ações efetivas para os professores que são a base da sociedade”, afirmou.

Estiveram também presentes ao lançamento dos prêmios o vice-governador Rômulo Gouveia, os secretários Carlos Antonio (Interiorização) e Adriano Galdino (Governo), o presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Nelson Gomes Filho, os deputados Hervázio Bezerra e Juthay Meneses, o reitor da UEPB, Rangel Júnior, e o promotor Dimitri Amorim, entre outras autoridades.

Estímulo - Para o professor Isaías Estevão, da rede estadual de ensino em Campina Grande, os prêmios Mestres da Educação e Escolas de Valor são projetos de estimulo para que os professores desenvolvam novas temáticas em sala de aula e caminhem para mudança da educação. “Com esses incentivos financeiros e tecnológicos alguns professores que estavam cansados, desestimulados passaram a desenvolver projetos pedagógicos nos quais o grande beneficiado é o aluno. “Estes são projetos que não podem acabar e precisam continuar sendo ampliados”, completou.      

 A diretora da Escola Estadual São Sebastião em Campina Grande, Lucineide Cordeiro, afirmou que ações como o pagamento do 14º  e 15º salários, distribuição de neetbooks e tablets representam incentivos importantes para que os professores desenvolvam projetos que refletem na melhoria da qualidade do ensino oferecido aos alunos. “Os projetos desenvolvidos representam a inovação que é algo fundamental no processo de ensino”, completou.   

Mestres da Educação – As inscrições para o prêmio devem ser realizadas exclusivamente pelo endereço eletrônico www.paraiba.pb.gov.br/educacao, preenchendo o formulário disponibilizado para este fim. O formulário de inscrição deve ser impresso e enviado, via Correios, junto aos documentos comprobatórios e de autoavaliação para o endereço: Secretaria de Estado da Educação (SEE), Av. João da Mata, s/n, Centro Administrativo Estadual – Bloco 1, Gerência de Recursos Humanos (GRH), 4º andar, João Pessoa – PB, CEP: 58015-020, no período de 14 a 28 de outubro. A homologação da participação dos professores será publicada no dia 5 de novembro no site do Governo da Paraíba.

Os professores que se inscreverem devem apresentar um documento comprobatório e um documento de autoavaliação e justificativa, cuja explicação encontra-se disponível no Edital. Na seleção dos trabalhos enviados pelos professores serão considerados a adequação didática, a clareza nos objetivos de ensino e compreensão dos processos de aprendizagem; a consistência pedagógica e conceitual; o processo de participação e a busca da autonomia; a pertinência dos conteúdos e estratégias com as competências e habilidades que se quer alcançar; a relação das estratégias com o contexto e a permanência e rendimento progressivo dos estudantes.

Os professores selecionados serão premiados com o valor correspondente a uma remuneração mensal, caracterizando o 14º salário. Caso o professor premiado esteja lotado em escola contemplada também com o prêmio “Escola de Valor”, este também vai receber o 15º salário. A premiação vai acontecer em evento organizado pela SEE, em João Pessoa, em local a ser divulgado. Não poderão ser contemplados professores que não estejam em efetivo exercício e lotados em escolas da rede pública estadual de Educação Básica ou profissionais atuando em regime de contrato de emergência.

Escola de Valor – As inscrições para o prêmio Escola de Valor acontecem de 8 a 31 de julho exclusivamente por meio de preenchimento de formulário disponibilizado no site www.paraiba.pb.gov.br/educacao. Todas as escolas da rede pública estadual de educação básica estão aptas a concorrer, desde que preencham o formulário de inscrição e os requisitos presentes no Edital, em especial, no que diz respeito ao envio dos documentos comprobatórios e de autoavaliação.

O formulário de inscrição deverá ser impresso e enviado, via Correios, junto aos documentos comprobatórios e de autoavaliação para o endereço: Secretaria de Estado da Educação (SEE), Av. João da Mata, s/n, Centro Administrativo Estadual – Bloco 1, Gerência de Recursos Humanos (GRH), 4º andar, João Pessoa – PB, CEP: 58015-020, no período de 14 a 28 de outubro de 2013. A homologação da participação das escolas no processo seletivo do prêmio vai acontecer no dia 5 de novembro de 2013, com a publicação no site.

Conforme a Lei 9.879, de 13 de setembro de 2012, o prêmio Escola de Valor vai contemplar todos os profissionais de educação em exercício e lotados nas escolas públicas estaduais de Educação Básica premiadas com o valor correspondente a uma remuneração mensal, caracterizando o 14º salário. A premiação vai acontecer em evento organizado pela SEE, em João Pessoa. Não poderão ser contemplados com o prêmio profissionais da educação que não estejam em efetivo exercício e lotados na escola premiada ou profissionais atuando em regime de contrato de emergência.