João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo lança o Mês da Juventude e anuncia construção de praça para os jovens em Campina Grande

sexta-feira, 12 de agosto de 2016 - 15:57 - Fotos:  Francisco França

O governador Ricardo Coutinho lançou, nesta sexta-feira (12), a programação do Mês da Juventude, em uma solenidade no Palácio da Redenção, em João Pessoa. Na ocasião, além da divulgação do calendário que abrange cerca de 100 atividades em 50 cidades, também foram lançadas ações como o curso para Bombeiros Civil e Guardião de Piscina com formação continuada em direitos humanos e o “Portal Juventudes Paraíba”, que reunirá informações, publicações sobre juventude, espaços de diálogo, agenda das atividades protagonizadas pelos jovens, entre outros itens. A vice-governadora Lígia Feliciano, auxiliares do Governo e deputados estaduais participaram do evento.

Durante a solenidade, Ricardo comentou que o Mês da Juventude representa o compromisso do Governo do Estado em promover políticas públicas voltadas à juventude e falou que existem hoje dois problemas muito ligados à juventude: “Primeiro a educação, no país a evasão é muito grande e a qualidade do ensino geralmente é ruim. Aqui na Paraíba estamos cuidando disso, melhorando as escolas, qualificando os professores, enfim. A outra questão é a violência, já que a faixa dos 12 aos 19 anos foi a que mais apresentou números de homicídios neste primeiro semestre na Paraíba. Infelizmente isso significa dizer que o assassinato está cada vez mais atingindo os jovens, principalmente negros e pobres. Estamos conseguindo reduzir a violência, mas em alguns aspectos os índices ainda são altos. Isso só se resolve com o empoderamento da juventude e melhorias na educação. Que este Mês da Juventude não se resuma a apenas um mês, mas se prolongue e que possamos ter nas escolas o pensamento crítico e construtivo buscando melhorar a vida dos jovens”, falou.

Na ocasião, o governador anunciou a construção da Praça da Juventude no bairro das Malvinas, em Campina Grande. “Será um lugar atraente aos jovens com várias atividades voltadas especificamente para eles. Escolhemos este bairro em Campina Grande por apresentar muitos jovens em situação de vulnerabilidade social que precisam de alternativas para se tornarem cidadãos com boas perspectivas de futuro. Para fortalecer a juventude precisamos criar opções de lazer, educação e cultura, além de contar com a sociedade na quebra de barreiras, preconceitos e limites sociais”, disse Ricardo.

De acordo com a secretária executiva de Juventude, Priscilla Gomes, esta é a segunda edição do Mês da Juventude que traz uma vasta programação dedicada à juventude paraibana. “Essa ação vem para efetivar a pauta juvenil dentro do Estado em parcerias com diversas prefeituras paraibanas. A nossa juventude necessita de mais políticas públicas e espaços de atuação para que sejam protagonistas da sua própria vida e que tenham uma progressão na condição de vida e de sujeito cidadão. Teremos na programação rodas de diálogos, atividades esportivas, culturais, shows e outras atividades”, disse.
A deputada estadual Estela Bezerra parabenizou a iniciativa do Governo do Estado em promover ações voltadas para a juventude paraibana. “Venho parabenizar por esta ação, pela ampliação da cidadania e pelo fortalecimento do protagonismo juvenil. Através da integração das secretarias, o Governo está conseguindo promover atividades que mudam a realidade dos jovens”, comentou.
O Mês da Juventude 2016 traz com lema e foco a “Democracia e Participação Juvenil”. A data de lançamento da programação, acontece exatamente quando se comemora o Dia Internacional da Juventude. “Iniciei nos movimentos ligados à juventude com 16 anos. Hoje tenho 19 e vejo as ações como uma forma de valorizar o jovem e a comunidade em que ele está inserido, transformando a realidade em algo melhor. A Secretaria da Juventude vem contribuindo com o nosso grupo, entrando em diálogo sobre as necessidades dos jovens, nos dando apoio, promovendo atividades, sempre buscando o protagonismo juvenil”, disse a estudante Íris de Lima.

“A juventude precisa ser respeitada de acordo com suas diversidades. Todos merecem acesso às políticas públicas e direito à dignidade. Que este mês traga consciência e mais protagonismo juvenil”, disse a representante do movimento Trans da Paraíba, Ayune Bezerra.