João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo lança linha de crédito que injetará R$ 170 mi na economia

terça-feira, 25 de outubro de 2011 - 15:32 - Fotos: 

Governador assina acordos de cooperação técnica para o Empreender. Foto: José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho lançou, na manhã desta terça-feira (25), mais duas linhas de crédito do Empreender-PB, que injetarão, em dois anos, R$ 170 milhões na economia da Paraíba. Em solenidade no Salão Nobre do Palácio da Redenção, o governador assinou acordos de cooperação técnica para o Empreender Individual e o Empreender Mulher com o Banco do Nordeste, o Sebrae e a Federação Paraibana de Empresas Juniores.

Ricardo fez a entrega simbólica do primeiro cheque do Empreender Individual, no valor de R$ 10 mil, para o comerciante de Cabedelo Mário Maurício de Sousa. Mário, que negocia produtos plásticos há dez anos no mercado da cidade, disse que vai aumentar o estoque para reabastecer e aproveitar o início do verão, com previsão de pelo menos 40% de aumento nos lucros. “Já peguei outros empréstimos do Crediamigo, mas agora os juros estão ainda mais baixos. Pretendo formalizar o meu negócio”, disse. Um grupo de mulheres e agricultores também recebeu cheques no valor de até R$ 15 mil para investir em suas atividades.

O governador afirmou que o Estado vai injetar, em 24 meses, R$ 170 milhões na economia paraibana, um investimento que vai do campo às cidades, numa parceria com o Banco do Nordeste e o Sebrae. “Essa é uma parceria que vai qualificar e potencializar os empréstimos individuais e também os Arranjos Produtivos Locais (APL), fazendo com que a economia do Estado cresça de baixo para cima. A economia popular é o grande salto do Brasil, por fortalecer a base da sociedade, setor que menos se abala com a crise econômica mundial”, ressaltou.

De acordo com ele, os resultados dos R$ 5 milhões investidos este ano dentro do Empreender-PB começam a aparecer em ações de incentivo aos Arranjos Produtivos Locais (APLs), e serão cada vez mais fortes com os investimentos de R$ 20 milhões que serão realizados. “Isso será visto em projetos nas áreas de apicultura, mineração e fruticultura, que estão sendo incentivados pelo governo”.

Empreender-PB, oferece microcrédito com boas condições de juros e prazos.Foto: José Marques/Secom-PB

Política de gênero – Ricardo destacou a importância da inclusão de uma linha de crédito para as mulheres – muitas delas, esteio das famílias. Elas terão acesso ao crédito e incentivo para que conquistem sua independência e tenham uma qualidade de vida melhor. “Já adotamos essa estratégia na distribuição das casas populares, algo que vem dando muito certo”, completou.

O Empreender Individual e o Empreender Mulher já poderão ser acessados pelo site do governo do Estado (www.paraiba.pb.gov.br), por meio do preenchimento de um cadastro que será analisado posteriormente. Os cadastros também poderão ser feitos nas agências do Sebrae de João Pessoa, Campina Grande, Patos e Sousa. Outras informações sobre o programa podem ser obtidas pelo número 0800 570 800.

Suporte – O secretário executivo do Empreender-PB, Tarcio Pessoa, disse que os créditos disponibilizados no Empreendedor Individual variam entre R$ 100 e R$ 15 mil, dentro dos moldes do Credamigo, do Banco do Nordeste. Segundo ele, o programa se consolida com o financiamento voltado aos negócios individuais seja. “Estamos dando oportunidades concretas para que as pessoas viabilizem seus negócios”, ressaltou.

Tarcio disse ainda que as duas novas linhas de crédito devem beneficiar diretamente 120 mil pessoas em dois anos. “É o maior programa de suporte ao empreendedorismo que a Paraíba já viu, trazendo possibilidade de acesso ao crédito, à informação, à qualificação e à assistência técnica”.

Microeconomia – O superintendente do Banco do Nordeste na Paraíba, Francisco Cavalcanti, agradeceu ao Governo a oportunidade de estar inserido em uma espécie de “guarda-chuva” do Empreender-PB, oferecendo microcrédito com condições de juros e prazos muito bons. O investimento do banco, segundo ele, é de R$ 150 milhões – sendo R$ 60 milhões do Agroamigo, R$ 80 milhões do Crediamigo e R$ 10 milhões do FNE.

Ricardo fez a entrega simbólica do primeiro cheque do Empreender Individual.Foto: José Marques/Secom-PB

Já o Empreender-PB estará investindo R$ 20 milhões em crédito. “Sei da seriedade e do compromisso deste governo. Vamos monitorar os resultados e acreditamos que serão muito positivos para a microeconomia do Estado”, avaliou.

Para o superintendente do Sebrae na Paraíba, Júlio Rafael, com essas novas linhas de financiamento do Empreender o Estado vai melhorar o desempenho dos pequenos empreendimentos. Ele falou sobre um estudo do Sebrae Nacional, que coloca a Paraíba como o Estado com maior taxa de sobrevivência das micro e pequenas empresas do Brasil (79%). “Se a Paraíba, nos últimos anos, não teve um investimento estruturante, por outro lado criou condições para que os negócios sobrevivessem dentro do período de dois anos”, destacou.