João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo inaugura primeiro Centro Vascular da Paraíba

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014 - 08:39 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, nessa terça feira (28), o primeiro Centro Vascular da Paraíba, que está instalado no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. O Governo do Estado investiu mais de R$ 1 milhão na unidade de quatro leitos, que funciona dentro do Centro de Imagens, e que receberá pacientes vítimas de AVC isquêmico, infarto agudo do miocárdio e embolia pulmonar.

Durante a inauguração, Ricardo assinou convênio com o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, que prevê a capacitação profissional nas áreas de Telemedicina e Pacto AVC. O governador, o vice-governador Rômulo Gouveia, e o secretário de Saúde do Estado, Waldson Souza, participaram de uma videoconferência sobre Telemedicina, com diretores do Hospital Albert Einstein.

Ricardo afirmou que a unidade hospitalar é fundamental para o tratamento de pessoas acometidas por trombose e Acidente Vascular Cerebral, que terão uma referência em caso de infartos após três horas do ocorrido e, até seis horas, no caso do infarto agudo do miocárdio.

Ele lembrou que, de 2006 a 2013, 10.615 pessoas vieram a óbito em decorrência de AVC e trombose na Paraíba e, agora, com esse serviço, será possível evitar complicações. “O atendimento especializado, em tempo hábil, certamente irá preservar vidas e evitar sequelas físicas e neurológicas que o indivíduo leva para sempre”, observou.

O governador ainda destacou a cooperação técnica com o Hospital Albert Einstein, que disponibiliza aos profissionais do Trauma capacitação de excelência e compartilha saberes com um dos principais hospitais do país. “Esse é um serviço que vai reforçar a assistência aos pacientes de 203 municípios atendidos pelo Hospital de Trauma”, enfatizou.

O vice-governador Rômulo Gouveia ressaltou que a unidade vascular é uma referência importante para toda a região e qualifica os serviços do Hospital de Trauma de Campina Grande. “Foi preciso coragem deste Governo de não apenas inaugurar, mas também de colocar esta unidade para funcionar dentro dos melhores padrões da medicina”, destacou Rômulo.

O secretário de Saúde do Estado, Waldson Souza, afirmou que a unidade vascular está preparada para atender 300 pacientes, por mês, vítimas de AVC e infarto do miocárdio. “Com um atendimento rápido e o uso de medicamentos de alto valor é possível evitar sequelas e agilizar o tratamento. Esse é um avanço importante para a saúde pública da Paraíba”, reforçou.

Para o coordenador de Telemedicina do Hospital Albert Einstein, Milton Stimman, a parceria com o Hospital de Trauma é importante por possibilitar que o paciente do Trauma de Campina Grande receba o mesmo tipo de atendimento de São Paulo sem precisar se locomover para lá. Ele ressaltou a excelente estrutura do Hospital e do corpo clínico que está compatível com os melhores centros vasculares do país. “A ideia é juntar os protocolos para a troca de experiência entre as duas instituições em benefício do paciente”, explicou.

De acordo com o diretor geral do Hospital de Trauma, Geraldo Medeiros, a área contará com técnico de enfermagem, enfermeiros e médicos que agilizarão o tratamento dos pacientes. “O tratamento é realizado através de drogas que chamamos trombolíticas, pois dissolvem os coágulos permitindo que os pacientes possam recuperar os movimentos em função de uma atitude terapêutica rápida e eficaz, isto é, com a utilização dessas drogas que são os trombolíticos”, esclareceu.

Ainda de acordo com Geraldo Medeiros, o serviço será monitorado por câmeras que vão permitir o intercâmbio de informações entre os profissionais de Campina Grande e de São Paulo. “Esse é um benefício muito grande para todos os profissionais de saúde que compõem a unidade e também para o doente. É mais um elemento que caracteriza o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande como um centro de referência médica para todo Estado”, finaliza.

Também participaram da inauguração, o deputado federal Damião Feliciano, os deputados estaduais Adriano Galdino, João Gonçalves, Eva Gouveia e Doda de Tião, além de secretários de Estado e da secretária de Saúde do Município, Lúcia Fátima.