João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo inaugura Complexo Turístico na praia de Coqueirinho

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 - 16:59 - Fotos:  Kleide Teixeira / Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho inaugura neste sábado (15), às 10h, o Complexo Turístico de Lazer, na praia de Coqueirinho, no Conde. A obra é financiada pelo Empreender-PB, programa de fomento ao crédito do Governo e recebeu R$ 500 mil de investimentos repassados à Associação dos Donos de Barracas na Costa do Conde (ADBCC). O centro possui 170 metros quadrados de área construída, projetado num terreno de 3.518 metros quadrados.

De acordo com o secretário Executivo do Empreender PB, Tárcio Handel Pessoa, esta ação é realizada para melhorar os equipamentos turísticos na Paraíba: “Isto gera um impacto econômico social profundo naquele lugar. Tiramos aqueles comerciantes da clandestinidade, e com a participação do Sebrae estamos capacitando o pessoal e oferecendo atendimento e local apropriado ao turista”, declarou.

Com capacidade para receber 2.400 pessoas sentadas, o Complexo Turístico está localizado numa das praias mais belas do país, Coqueirinho, no município do Conde, litoral sul do Estado.

De acordo com o presidente da ADBCC, Emanuel Marcondes Almeida Batista, o complexo oferece ao público, além dos bares, uma praça de eventos, quiosque para informações, chuveiros e banheiros, espaços extremamente solicitados pelos frequentadores da praia. Também haverá ambulantes cadastrados e identificados com crachá para a venda de produtos avulsos.

“Um bar emprega, no mínimo, seis pessoas, serão nove estabelecimentos comerciais, fora os ambulantes circulando no local. Isso será um núcleo importante na geração de renda para o município. Estamos empregando comerciantes locais, gerando 300 empregos. É só o início, temos muito pela frente”, afirmou Marcondes.

Acessibilidade – Para garantir acessibilidade aos portadores de necessidades especiais, o Centro foi projetado com passeios até os banheiros e bares. Haverá também um sistema de segurança com equipamentos e pessoal especializado. De acordo com Emanuel Marcondes o sistema de som instalado no local visa oferecer bem-estar a todos os frequentadores do local. “O turismo tem que ser visto de forma profissional”, ressaltou.

Lixo – Foi firmado convênio com uma empresa de João Pessoa para estimular a coleta seletiva na praia. “A empresa vai comprar os resíduos por um valor simbólico, retirando diariamente o lixo do local”, afirmou Marcondes.

O começo – O terreno para a construção do Complexo Turístico de Coqueirinho (3,5 mil metros quadrados) foi cedido pela Secretaria do Patrimônio da União para os comerciantes associados à ADBCC que já possuíam barracas, mas em local não autorizado. Fundada em 2004, a entidade iniciou a campanha pelo Centro Turístico em 2006, quando o atual presidente, Emanuel Marcondes Batista, assumiu.

A associação contou com a ajuda de parceiros e conseguiu, há quatro anos, o apoio da Prefeitura Municipal do Conde. Idealizado pelos associados e projetado pelo arquiteto Frankie Muniz, o Centro Turístico de Coqueirinho chegou ao conhecimento do Governo do Estado, que liberou o valor avaliado para financiar toda a obra através do Empreender PB.

Segundo o presidente da ADBCC o projeto foi desenvolvido para oferecer ao turista um local apropriado ao descanso, lazer e contato direto com a natureza e a cultura regional, tendo em vista a preocupação com a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável.

Empreender-PB – O gestor Tárcio Pessoa, que reassumiu o programa no início do mês, esteve no local esta semana ajustando os detalhes para a inauguração. “Este projeto foi viabilizado na primeira leva de investimentos do Empreender PB pela linha de crédito coletivo. Na época, observamos os problemas que existiam para a continuidade dos comerciantes no local, e com a concessão deste terreno pela Superintendência do Patrimônio da União, e ajuda de parceiros para a criação do projeto, fizemos a nossa parte. Hoje constatamos que o Complexo de Coqueirinho é um espaço turístico que pode ser replicado em outras áreas seguindo todas as exigências necessárias para manutenção e preservação ambiental”.