João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo inaugura ampliação de escola e entrega ônibus escolares em Campina

quarta-feira, 2 de abril de 2014 - 18:40 - Fotos:  José Marques / Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, na manhã desta quarta-feira (2), a reforma e ampliação da Escola Elpídio de Almeida, o Estadual da Prata, em Campina Grande. O investimento de R$ 3,4 milhões está beneficiando mais de 1.300 alunos do 1º ao 3º ano do ensino médio e Programa Ensino Médio Inovador (Proemi). Essa foi a maior reforma do estabelecimento de ensino mais tradicional de Campina Grande em 61 anos de existência.

Durante a solenidade o governador Ricardo Coutinho e o vice-governador Rômulo Gouveia também entregaram 15 ônibus escolares para a 3ª Gerência Regional de Ensino no valor de R$ 2,9 milhões. Professores, alunos e ex-alunos, como o ex-deputado federal Álvaro Neto, o atual vice-governador, o reitor da UEPB, Rangel Júnior, a coordenadora dos programas sociais do governo do Estado, Maria da Luz, e o jornalista Wladmir Chaves estiveram presentes.

Em seu pronunciamento, Ricardo Coutinho afirmou que o Governo do Estado estava entregando a reforma de um símbolo da educação de Campina Grande e de um dos principais colégios da Paraíba, por onde passaram nomes como Luíza Erundina, Elba Ramalho, Ronaldo Cunha Lima, Damião Feliciano.

“Essa escola vem do tempo que a educação pública tinha um nível de qualidade em que se fazia concurso para se entrar. Estamos tentando recuperar o valor da nossa educação e um exemplo disso se dá também na reforma do Estadual da Prata e em 17 outras escolas estaduais somente em Campina Grande. Essa é uma escola com mais de 60 anos que dialoga com o futuro”, completou o governador.

O vice-governador Rômulo Gouveia, que estudou no Estadual da Prata, disse que a escola está de cara nova de forma a dignificar a sua história e tradição. Para ele, outra ação significativa é possibilitar que os alunos da zona rural de Campina Grande possam ser transportados nos 15 ônibus novos entregues à Regional de Ensino. “São ações e obras como estas que demonstram que Ricardo Coutinho é um grande amigo de Campina Grande e a cidade haverá de reconhecer quem trabalha pelo desenvolvimento da cidade e de toda a Paraíba”, ressaltou.

A secretária de Educação do Estado, Márcia Lucena, disse que 352 escolas ou foram reformadas ou passam por algum tipo de intervenção num investimento de cerca de R$ 200 milhões. “Pegamos uma rede estadual com uma estrutura sofrida, mas estamos ano a ano avançando com um empenho muito grande por parte da Suplan e do nosso setor de arquitetura e engenharia. A situação ainda não é a que queremos, mas em três anos fizemos muito com coragem e determinação, já que em cada reforma causa transtornos que outros gestores não tiveram a coragem de enfrentar”, completou.

A diretora do estadual da Prata, Edineis Neves, afirmou que este dia 2 de abril será inesquecível para a comunidade escolar que recebe um espaço novo e ampliado que possibilitará a melhoria na qualidade da educação e estimula a vivência da cidadania. “Não tenho dúvidas que por tudo que Ricardo Coutinho tem feito pela educação está contribuindo para um futuro melhor e uma sociedade mais justa”, disse a diretora.

Reencontro - O advogado e ex-deputado federal Álvaro Gaudêncio Neto esteve no Estadual da Prata e recordou o tempo em que estudou o científico no local que, mesmo sendo público, era o melhor colégio de Campina Grande. “Essa escola orgulha Campina Grande e toda a Paraíba e por aqui passaram administradores, advogados, políticos. Hoje me sinto feliz em vê-la tão bem cuidada e ainda maior e moderna. Por isso me congratulo com todos que fazem o Governo do Estado por restaurar esse patrimônio de Campina Grande”, completou.

O jornalista Wladmir Chaves estudou e presidiu o grêmio estudantil do Estadual da Prata em meados da década de 80, e lembra que já naquele tempo uma das principais bandeiras de luta era a reforma da estrutura que não estava boa. “Fico feliz em ver como está bonito e renovado o Estadual da Prata e observar a satisfação da estudantada. Não pude viver isso como aluno, mas me realizo 20 anos depois como alguém que sonhou e lutou por isso”, destacou.

Já o aluno Jonatan Vieira Batista, do 2º ano, disse que quando chegou para estudar há dois anos a infraestrutura estava péssima e depois de um período de reforma melhorou muito. “Passamos por um momento complicado com a reforma, mas hoje entendo que valeu a pena esperar, pois o refeitório está novo e ampliado e outros espaços como salas, auditório e laboratórios novos. Hoje podemos dizer que nossa escola oferece as condições físicas adequadas para o aprendizado”, frisou.

Também participaram da mesa do evento o secretário de governo do Estado, Adriano Galdino; o secretário de Articulação Municipal, Manoel Ludgério; a secretária de Educação do Estado, Márcia Lucena; o superintendente da Suplan, Ricardo Barbosa; o reitor da UEPB, Rangel Júnior; o presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior (Sintesp-PB), Severino Ramos, e a diretora da escola, Edines Neves.