João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo inaugura 2ª etapa do Centro de Convenções nesta quarta-feira

terça-feira, 29 de outubro de 2013 - 12:18 - Fotos:  Antonio David/Secom-PB

A segunda etapa do Centro de Convenções de João Pessoa ‘Poeta Ronaldo Cunha Lima’, localizado no Polo Turístico Cabo Branco (às margens da rodovia PB-008), será inaugurada pelo governador Ricardo Coutinho nesta quarta-feira (30), às 18h. Além do salão de exposições e eventos, entregue em agosto de 2012, passarão a funcionar o Centro de Congressos, o restaurante panorâmico e o mirante. Até a conclusão da obra deverão ser investidos R$ 240 milhões.

O Centro de Congressos possui blocos administrativos em três pavimentos, salas multiuso com um auditório com capacidade para 2.340 pessoas. Ao todo são oito auditórios adaptados conforme o público dos eventos.

O mirante, que é uma estrutura em concreto no formato de pirâmide invertida, tem altura equivalente a um edifício de 17 andares (57m). No primeiro piso funcionará o restaurante. O acesso dos visitantes à área de contemplação vai ser feito por meio de dois elevadores. Do topo as pessoas terão ampla visão de praias e de algumas áreas da cidade.

A área total do Centro de Convenções é de 34,52 hectares, sendo 48.676 metros quadrados de área construída. Os três estacionamentos – já em funcionamento – comportam mais de mil automóveis. O teatro, com 3.042 lugares, será a terceira e última etapa da obra.

Primeira etapa – O Salão de Exposições e Eventos tem 19 mil metros quadrados de área construída e já abrigou eventos como o Festival de Turismo de João Pessoa, a Convenção Paraibana de Supermercados, e a Multifeira Brasil Mostra Brasil.

O ambiente tem quatro locais para credenciamento ou venda de ingressos; comporta até quatro eventos independentes, dividindo-se o espaço interno. Também comporta uma lanchonete com espaço para 32 mesas em área coberta e 40 mesas no deck, e outras três lanchonetes na área interna da feira, além de quatro conjuntos de sanitários.

O salão tem ainda oito saídas de emergências; acesso independente de funcionários com vestiários feminino e masculino; um subsolo para a área técnica com galeria subterrânea para sistema de exaustão mecânica, onde todas as instalações poderão ser feitas e distribuídas por valas no piso de forma a fornecer aos estandes pontos de água, energia, esgotos e cabeamento estruturado.

A cobertura do Salão de Feira e Eventos do Centro de Convenções foi concebida em uma estrutura metálica solta, em curvas, com vãos entre pilares de 46 x 22,5 metros. O fechamento da área em alvenaria com altura total de 5,6 metros é independente da cobertura em estrutura metálica, formando uma volumetria mais leve e solta. A área livre para exposições não tem laje.

O prédio do salão foi orientado no seu sentido longitudinal para o norte e o sul de forma a permitir um maior sombreamento das fachadas e ventilação natural. A ventilação do espaço interno (área para exposições) é feita naturalmente, através da entrada de ar próxima ao piso a 0,50 metro, com venezianas tipo industrial, por possuírem área efetiva de ventilação.

Turismo de eventos – Somente com a inauguração da primeira etapa do Centro de Convenções a Paraíba teve ampliada em 20% a capacidade do turismo de eventos e o Estado passou a ser incluído na rota das grandes atividades nacionais e internacionais.

Um exemplo disso é a RoboCup, considerado o maior evento mundial de robótica e inteligência artificial, que deverá reunir 4 mil participantes de várias partes do mundo na Paraíba, no período de 19 a 25 de julho de 2014 (uma semana após a Copa Mundial de Futebol). Esta é a primeira vez que o Brasil sedia o evento, que já passou por 14 países.

O professor de robótica da Universidade Estadual Paulista (Unesp) e integrante da comissão organizadora da RoboCup 2014, Alexandre da Silva Simões, comentou que o Centro de Convenções foi um dos fatores determinantes para a escolha de João Pessoa como sede da RoboCup.

Os pesquisadores da área de robótica já tentam fazer esse evento no Brasil há algum tempo, mas a gente ainda não tinha as condições necessárias para trazê-lo, pois é difícil conseguir um local com a área necessária para fazer esse evento e com a qualidade que o público europeu e asiático demanda para ter esse tipo de evento”, observou.

O Governo do Estado acredita que o Centro de Convenções vai gerar um grande impacto no desenvolvimento turístico do Estado, criando maior demanda pelo setor hoteleiro, incentivando a gastronomia da região e forçando a ampliação do número de bares e restaurantes. O Centro também vai movimentar diretamente a cadeia econômica, através de segmentos específicos como o de guias turísticos, taxistas e artesões.

O presidente da Associação de Supermercados da Paraíba (ASPB), Cícero Bernardo da Silva, afirmou que o Centro de Convenções é um equipamento que faltava à cidade de João Pessoa para eventos de médio e grande porte e vai impulsionar o turismo de eventos e negócios.