João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo fomenta emprego e desenvolvimento econômico na PB

terça-feira, 20 de março de 2012 - 16:18 - Fotos: 

Foto: José Marques/Secom-PB

Oitenta e sete empresas (tanto paraibanas quanto de outros Estados) estão investindo R$ 1.420.189.856,00 na Paraíba. Este ano, essas empresas vão ser responsáveis pela criação de 5.034 empregos, com a instalação de novas unidades ou a expansão de suas instalações. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (19), pelo governador Ricardo Coutinho, em solenidade realizada no Teatro do Sesi, em João Pessoa.

No evento, o governador afirmou que o Estado oferece muito mais do que incentivos fiscais às empresas. “Apresentamos logística acima da média nordestina, localização privilegiada e a determinação de atrair mais empresas, abrindo espaço para o diálogo sem descartar a legalidade e a legitimidade dos nossos atos”, declarou.

Segundo Ricardo, esse é um grande momento para a Paraíba. “Saímos de um investimento privado de R$ 12 milhões, em 2010, passamos para R$ 20 milhões, no ano passado, e hoje estamos anunciando, ainda no segundo ano de nosso mandato, R$ 1,4 bilhão em investimentos privados. Isto significa que estamos construindo um novo ciclo de desenvolvimento em nosso Estado”, destacou.

O governador disse ainda que essa tarefa não cabe apenas ao governo, mas também às empresas, aos trabalhadores e à sociedade. De acordo com ele, em 2011, o governo trabalhou muito para dar equilíbrio ao Estado e se esforçou para reestruturar a Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep). “Além desse volume anunciado, outras empresas estão prontas para investir mais de R$ 300 milhões na Paraíba – e isso já está confirmado”, acrescentou.

Estrutura – No pronunciamento dirigido aos empresários, o governador assegurou que o governo cumpre o estabelecido e lembrou que, no mês passado, anunciou recursos da ordem de R$ 543 milhões. “Boa parte desse investimento foi destinado à pavimentação de estradas, importantes para o escoamento da nossa produção”, explicou.

Conforme Ricardo, o Estado tem que ser o indutor e o parceiro do desenvolvimento, contribuindo com as empresas. Ele citou o Porto de Cabedelo, um equipamento em localização estratégica, e convidou os empresários a utilizá-lo, inclusive pelas tarifas menores. “Com o foco no desenvolvimento, começamos, ainda no ano passado, a formatar missões comerciais”, disse.

Foto: José Marques/Secom-PB

Novo momento – O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), Francisco Benevides Gadelha, afirmou que a Paraíba vivencia um novo momento de crescimento. “A vinda de empreendedores de outros Estados à Paraíba é perceptível”, observou.

Segundo Gadelha, a Fiep está com uma demanda muito grande de grupos empresariais procurando mão-de-obra qualificada. A Brennand, indústria de cimento, solicitou, de uma só vez, 700 operários. A Fiat pediu 800 pessoas qualificadas. A construção civil também tem gerando milhares de empregos e falta mão-de-obra.

“É um momento virtuoso, e nós temos que aproveitar e dar-nos as mãos, em campanha pelo desenvolvimento e pela implantação de novas empresas”, disse. De acordo com o empresário, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) está ampliando escolas para capacitar pessoas.

O gerente de controle e performance da fábrica de cimento da Lafarge Brasil S/A no Estado, César Silva Campanate, falando em nome dos demais empresários, agradeceu a acolhida e o apoio recebido do governo da Paraíba e disse que a empresa já investiu R$ 20 milhões em melhorias para aumentar a produção de sua unidade em Caaporã.  A Lafarge, que existe há quase 200 anos no mundo e está há 50 no Brasil, também tem planos de expandir os negócios na Paraíba – embora tenha apenas dois anos de funcionamento no Estado.

Incentivos – Do total de empresas, 54 recebem incentivos fiscais do Estado, 27 têm incentivos locacionais e seis dispõem de incentivos fiscais/locacionais. Na solenidade, o governador entregou às empresas os certificados de “Empresa Parceira do Desenvolvimento da Paraíba”.

Em João Pessoa, são 22 as empresas que estão investindo em instalação ou expansão de seus negócios. Dentre os municípios beneficiados diretamente estão Pedras de Fogo, Conde, Patos, Catolé do Rocha, Alhandra, Caaporã, Sousa, Santa Rita, Cajazeiras, Queimadas, Ligeiro, Campina Grande, Bayeux, Mamanguape, Araruna, Massaranduba, Alagoa Nova e Caturité.

Áreas diversas – As empresas estão distribuídas nos mais diversos ramos de atividade. Somente no setor de cimenteiras, foram anunciados investimentos de três empresas.

Foto: José Marques/Secom-PB

Os investimentos também estão nos setores de metalúrgica, produção de concreto e argamassa, de fibras, produção industrial, fabricação de roupas, empresas que trabalham com atividade logística e distribuição em geral, fabricação de produtos químicos, minerais não metálicos, fabricação de pavimentação e de embalagens, beneficiamento de vidros, inspeção veicular.

Há ainda empresas do ramo de autopeças, outras que trabalham com estruturas em aço, com reciclagem de borracha, que fabricam estruturas pré-moldadas de concreto, que produzem tubos de ferro e aço, empresas do ramo da papelaria, da fabricação de colchões, móveis, estofados e espumas industriais, e até mesmo empresas do setor de reciclarem e transformação, assim como também com mistura e pré-condicionamento de resíduos.

Também estão na lista empresas de fabricação e comercialização de alimentos – como biscoitos, açaí, cupuaçu, xarope de guaraná, salgados, fabricação de especiarias, molhos, temperos, condimentos, pipocas e salgados.

Além de empresários, o evento contou com a presença do vice-governador Rômulo Gouveia, de prefeitos, secretários de Estado e municipais, vereadores, representantes da sociedade organizada, diretores do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste, dirigentes de entidades representativas do setor industrial, além do arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto.

Empresas certificadas

[gview file="http://static.paraiba.pb.gov.br/2012/03/EMPRESAS-CERTIFICADAS-Cinep.doc"]