João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo entrega esgotamento sanitário em Santa Rita e beneficia mais de 4 mil moradores

quarta-feira, 14 de outubro de 2015 - 09:17 - Fotos:  José Marques

O governador Ricardo Coutinho entregou, nessa terça-feira (13), o sistema de esgotamento sanitário do distrito de Odilândia, em Santa Rita. A obra, orçada em mais de R$ 5 milhões, interligou a rede de esgotos de aproximadamente 900 residências, beneficiando 4,4 mil moradores. Para Ricardo, a obra representa mais saúde e qualidade de vida para a população da cidade.

No distrito de Odilândia, não existia esgotamento. Para a moradora Maria do Socorro, a obra era aguardada por todos. Até pouco tempo, as crianças adoeciam com facilidade e os esgotos corriam nas ruas. “Estamos todos agradecidos com a ação do Governo da Paraíba. Vai melhorar muito”, comemorou a dona de casa, que é mãe de três filhos.

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, vai entregar mais obras de saneamento básico. “Em João Pessoa e em Campina Grande, além de outras cidades, temos uma série de obras de esgotamento sanitário para serem entregues. Um investimento de R$ 400 milhões”, adiantou o governador. Ele ainda observou que, com a obra de Odilândia, o município de Santa Rita atingiu um bom percentual de cobertura de saneamento básico.

Ricardo também enfatizou que obras desse porte representam um bom impacto na saúde pública e ao mesmo tempo trazem mais conforto para a população. Ele explicou que, em Odilândia, são quase sete mil metros de rede e cerca de seis mil metros de adutora.

Na obra de Odilândia, foram feitas toda rede coletora e a estação de tratamento que é composta de três lagoas: a lagoa anaeróbica, a lagoa facultativa e a lagoa de maturação. Segundo o diretor presidente da Companhia de Águas e Esgotos da Paraíba (Cagepa), Marcos Vinícius, todas as casas foram interligadas ao sistema.

Próximos 20 anos – O projeto de saneamento básico de Odilândia não se encerra nesta etapa. “Ele prevê a ligação de mais residências pelos próximos 20 anos. Então é uma obra para os moradores de hoje e do futuro de Odilândia”, ressaltou o presidente da Cagepa, enfatizando que a obra foi projetada conforme recomendação do governador.