João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo entrega diplomas a policiais que prenderam acusados de estupro

terça-feira, 5 de junho de 2012 - 20:12 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

Nesta terça-feira (5), o governador Ricardo Coutinho entregou diplomas a 29 policiais civis que participaram da operação que culminou com a prisão em flagrante delito de 10 pessoas acusadas de terem forjado  um assalto para estuprar um grupo de mulheres no município de Queimadas, em fevereiro deste ano. A solenidade ocorreu no final da tarde, no auditório da Central de Polícia de Campina Grande.

A “Barbárie de Queimadas” ganhou repercussão nacional e internacional. A professora Isabela Pajuçara Teixeira, 28, anos, e a secretária Michelle Domingos, 29, foram assassinadas a tiros depois de estupradas.

Ricardo ressaltou o trabalho dos delegados, agentes e escrivães da Polícia Civil não somente no caso do estupro coletivo em Queimadas, mas em outras operações. “A Polícia tem mantido um nível importante de elucidação de crimes e crescente de conclusão de inquéritos e identificação dos culpados. São várias ações que buscam dar agilidade à atividade policial e, consequentemente, construir a confiança no seio da nossa população”, enfatizou.

Ele acrescentou que o Governo do Estado e seus órgãos de segurança estão no bom caminho. “As instituições Polícias Civil e Militar têm conseguido responder e retirar a Paraíba de uma situação que estava praticamente sem controle e hoje você vê resultados importantes e confiança readquirida. Isso é apenas uma caminhada. Não é momento de celebração ou de festejos”, afirmou Ricardo, destacando a autoestima elevada dos homens e mulheres que compõem a Polícia.

Na solenidade, o delegado geral da Polícia Civil, Severiano Pedro, prestou homenagem aos policiais que atuaram no caso do estupro coletivo em Queimadas e os demais membros da corporação que durante todo o ano têm atuado em desvendar e  combater os crimes. Ele ainda enfatizou o reconhecimento do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Cláudio Lima, ao trabalho da Polícia Civil.

Em seguida, a secretária executiva da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Santos Soares, lembrou do apoio do governo às famílias das vítimas e das políticas públicas no enfrentamento à violência contra a mulher.  Para ela, as ações das polícias colaboram para reduzir a impunidade dos agressores.

Em nome das famílias das vítimas, falou Isânia Teixeira, lembrando que o momento era de dor e tristeza, mas não poderia deixar de enaltecer a ação da polícia em desvendar o crime e prender os acusados.

Além do governador, estiveram presentes na solenidade os secretários Cláudio Lima e Fábio Maia (Interiorização), o comandante-geral da Polícia Militar, Euller Chaves, a deputada Eva Gouveia, o suplente de senador Ivandro Cunha Lima, o presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, Nelson Gomes Filho, a juíza de Queimadas, Andreia Ximenes, dirigentes das entidades representativas dos delegados e policiais civis.