João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo entrega Barragem Nova Camará beneficiando 225 mil habitantes

segunda-feira, 26 de setembro de 2016 - 16:38 - Fotos:  Francisco França

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, nesta segunda-feira (26), a obra da Barragem Nova Camará, em Alagoa Nova, beneficiando aproximadamente 225 mil habitantes de mais de 20 municípios paraibanos, que sofreram com o rompimento da antiga barragem em 2004, quando mais de 800 famílias ficaram desabrigadas, quatro pessoas mortas e cidades destruídas. Mesmo antes de inaugurada, a Nova Camará já vinha sendo considerada a redenção de toda região do Brejo. Os investimentos ultrapassam R$ 48,6 milhões. Ricardo também entregou a primeira etapa do Sistema Adutor Nova Camará, que levará água de boa qualidade da barragem para mais de 48 mil habitantes. A vice-governadora Lígia Feliciano, o deputado federal Damião Feliciano, deputados estaduais, auxiliares do Governo e lideranças da região também participaram da inauguração.nova camara foto francisco fran_a secom pb (2)

Na ocasião, o governador caminhou pela obra e comentou que, após 12 anos da tragédia, Camará ressurge totalmente reconstruída e segura. Camará começou a ser reconstruída em 2012 e tem capacidade para acumular 26 milhões de metros cúbicos de água.  “Essa barragem tem uma história trágica que causou mortes e destruição, devido a omissão de algumas partes. Quando entrei no Governo, sabia que era preciso reconstruir essa obra para o bem da população. Hoje, tenho a honra e felicidade de estar aqui inaugurando a Barragem Nova Camará, que representa R$ 48 milhões em investimentos. Estamos escrevendo uma nova página para a história de Camará. E nesta segunda, também é um dia histórico porque tanto Esperança quanto Remígio já passam a receber a água de Camará, através da primeira etapa do Sistema Adutor Nova Camará. Esse era um dos grandes desafios que essa gestão tinha e que conseguimos cumprir”, pontuou.

Ricardo também falou sobre a chamada Primavera das Águas, um conjunto de obras que estão sendo entregues promovendo a segurança hídrica no Estado. “Já inauguramos a adutora de Natuba, Aroeiras, Conceição, Areia, Camará e esta semana ainda devo entregar a adutora de Jandaia, que significam R$ 280 milhões investidos. Ou seja, é muita coisa para a Paraíba festejar na área de recursos hídricos. São 1.100 km de adutoras entre as inauguradas e as que estão sendo feitas pelo Estado”, falou.

De acordo com secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, a obra trará para a região a tão sonhada segurança hídrica. “Hoje é um dia histórico para o povo e para quem trabalha neste Governo. A Barragem Nova Camará está pronta e entregue. Nós nos preocupamos também em elaborar e começar uma implantação de adutoras que estão em execução e levarão água de Camará para as cidades. Então é uma obra de extrema importância para os moradores das redondezas. Esta semana a água da Barragem Nova Camará já vai chegar para Remígio e Esperança. Essa gestão trabalha muito para levar esse líquido precioso até as residências da população”, afirmou.

Algodão de Jandaíra, Alagoa Nova, Areial, Campinote, Cepilho, Esperança, Chã de Marinho, Floriano, Jenipapo, Puxinanã, Lagoa Seca, Matinhas, São Tomé, Lagoa do Mato, Pocinhos, Remígio, São Miguel e São Sebastião de Lagoa de Roça serão beneficiados com a entrega da Barragem Nova Camará.

Já a primeira etapa do Sistema Adutor Nova Camará representa um investimento de R$ 28 milhões e beneficia Remígio e Esperança. Quando for concluído o sistema atenderá mais 11 municípios: Alagoa Nova, Alagoa Grande, Algodão de Jandaíra, Arara, Areial, Lagoa Seca, Matinhas, Montadas, Pocinhos, Puxinanã e São Sebastião de Lagoa de Roça.
“A Barragem Nova Camará tem um significado ímpar para a sociedade. O rompimento da obra deixou marcas trágicas e agora a história será reiniciada de forma segura. Nova Camará ressurge e vai garantir água para toda essa região. O Governo do Estado está de parabéns por esta obra grandiosa”, pontuou o deputado estadual Gervásio Maia Filho.

Lembranças da tragédia – O aposentado José Vicente, de 82 anos, lembra que na noite do rompimento da Barragem foi um desespero nas cidades vizinhas. Era muita gente correndo para sair das casas e fugir da inundação. Conheço muitas pessoas que perderam tudo, uma tristeza grande. Agora esta obra foi refeita, está bonita e é só esperar Jesus mandar a água da chuva para encher a Barragem de Camará mais uma vez”, comemorou.
“Acredito que os moradores de Alagoa Grande foram os que mais sofreram com a inundação provocada pelas águas da Barragem Camará. Minha antiga vizinha ficou desabrigada, perdeu, além da moradia, os documentos pessoais. Foi um tempo muito difícil para a população das cidades que foram vítimas da inundação”, comentou a dona de casa Maria das Neves.

A estudante Ana Beatriz também relatou momentos do dia em que a tragédia aconteceu. “Felizmente eu moro numa parte de Alagoa Nova que não foi muito atingida. Mas, lembro muito bem do sofrimento de alguns amigos que ficaram sem ter onde morar, principalmente as pessoas de Alagoa Grande. Os postes foram arrancados, casas derrubadas, escolas e postos de saúde ficaram sem funcionar. Enfim, foi uma parte da história triste de lembrar. Agradeço ao governador por não deixar Camará esquecida. A Nova Camará com certeza só vai trazer alegrias para a população”, falou.

O rompimento da Barragem – Na noite do dia 17 de junho de 2004 a barragem de Camará se rompeu, levando desespero aos moradores das cidades de Alagoa Nova, Alagoa Grande, Areia e Mulungu. Mais de três mil pessoas ficaram desabrigadas e quatro morreram. O rompimento causou devastação, a água inundou ruas da parte baixa destes municípios, destruiu imóveis e saiu arrastando tudo pela frente. A tragédia marcou a vida de mais de 800 famílias da área.