João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo e secretário nacional lançam programa SOS Emergências

terça-feira, 2 de julho de 2013 - 17:30 - Fotos:  José Marques / Secom-PB

O Programa SOS Emergências foi lançado na Paraíba, nesta terça-feira (2), no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. A solenidade constou da assinatura do Termo de Compromisso e adesão ao programa, que destinará R$ 7,4 milhões para ampliar e melhorar o atendimento de média e alta complexidades oferecido à população.

O projeto faz parte de uma estratégia do Ministério da Saúde, em conjunto com os gestores locais (estaduais e municipais), lançada em 2011, para qualificar o atendimento nas principais emergências do país. O termo foi assinado pelo governador Ricardo Coutinho,; pelo secretário nacional de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Helvécio Miranda; pelo secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Sousa; pelo secretário Municipal de Saúde, Adalberto Fulgêncio; pelo superintendente da Cruz Vermelha Brasileira, Ricardo Elias; e pelo diretor técnico da unidade de saúde, Edvan Benevides.

O Hospital de Emergência e Trauma terá garantido o repasse mensal de R$ 300 mil, totalizando R$ 3,6 milhões ao ano para o custeio, o que inclui a manutenção diária dos leitos existentes e R$ 844 mil para custeio dos oito leitos de UTI qualificados. Outros R$ 3 milhões serão liberados em parcela única para reforma e compra de equipamentos para a unidade hospitalar.

O governador Ricardo Coutinho fez um diagnóstico positivo da entrada do Hospital de Trauma no programa, destacando que todos os investimentos destinados à saúde são de extrema importância para população do Estado. “Já criamos 568 novos leitos nos hospitais públicos da Paraíba, além dos grandes hospitais que serão inaugurados até o final do ano. Isso mostra que estamos investindo na saúde e que programas com o SOS Emergências vêm somar com a melhoria do nosso sistema público de saúde”, ressaltou.

Segundo o secretário nacional Helvécio Miranda, o programa SOS Emergências é uma ação estratégica tripartite pactuada entre gestores para melhorar o atendimento, além de ser uma medida de qualificação para os profissionais de saúde que trabalham na Instituição. “A meta do Sistema Único de Saúde é atender bem as pessoas, e para que isso aconteça precisamos de ambientes adequados, por isso o programa destina investimentos para readequação dos setores, bem como a compra de equipamentos tecnológicos”, esclareceu.

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena é 22º hospital a fazer parte do Programa S.O.S Emergências. A unidade é referência no atendimento em traumatologia, atende a população de João Pessoa e dos demais municípios do Estado, beneficiando cerca de 4 milhões de pessoas. “Já estamos melhorando muito a estrutura física e ampliando a qualidade de atenção hospitalar, além de termos alcançado mais de 80% das metas para conseguirmos o selo que atesta a Acreditação hospitalar da Instituição, com isso o programa está chegando numa hora muito propícia para o desenvolvimento do Hospital de Trauma”, frisou o secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza.

Funcionamento – O Hospital de Trauma terá um Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar instalado, que apoiará e orientará as medidas visando a melhoria da gestão e da qualidade assistencial. O núcleo atuará permanentemente e será formado pelos coordenadores dos serviços de urgência/emergência, das unidades e central de internação do hospital (incluindo as UTIs) e por um representante do gestor local.

O trabalho será acompanhado pelo Comitê Nacional de Acompanhamento do SOS Emergências, formado por representantes dos Hospitais de Excelência, Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde (Conasems) e membros do Ministério da Saúde.

O comitê será coordenado pelo Ministério e tem a função de receber e encaminhar solução às questões apontadas pelo núcleo; monitorar, através de sala de situação, os produtos e resultados alcançados nas unidades; e manter os gestores locais informados do andamento das ações nos hospitais.

Parceiros – Por meio da estratégia SOS Emergências são feitas parcerias com o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into) e com os seis Hospitais de Excelência no Brasil – Sírio Libanês, Albert Einstein, Hospital do Coração, Samaritano, Alemão Osvaldo Cruz e Moinhos de Vento – para ampliar a qualidade do atendimento realizado. A principal contribuição será por meio do Telessaúde, ferramenta de comunicação à distância que presta teleconsultoria e segunda opinião médica, além discussão de casos com equipe multiprofissional.

Os Hospitais de Excelência vão contribuir com a capacitação de profissionais e apoio à gestão hospitalar. As universidades e as sociedades de especialidades também serão convidadas para contribuir com o projeto dos hospitais.

Na Paraíba, os profissionais do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa já estão participando do Curso de Especialização em Gestão de Emergência no SUS. A capacitação começou no início de junho, em sistema de videoconferência, e é ministrada pelo Hospital Sírio-Libanês e técnicos do Ministério da Saúde.

Além do Hospital de Trauma em João Pessoa, mais 24 hospitais brasileiros que integram o Programa SOS Emergências do Governo Federal estarão conectados através de videoconferência na capacitação de centenas de profissionais até março do próximo ano, quando encerra o curso. As aulas serão oferecidas na modalidade semipresencial com carga horária total de 360 horas, sendo: 288 horas presenciais e 72 horas de trabalho à distância.

As atividades educacionais serão desenvolvidas no próprio hospital sempre nas quintas-feiras, nos dois turnos, e vai contar com um facilitador local.