João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo discute pleitos da Paraíba com o presidente Michel Temer

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 - 16:11 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, nesta quarta-feira (16), em Brasília, com o presidente da República, Michel Temer, com o objetivo de discutir algumas demandas essenciais para a Paraíba. Na ocasião, foram abordados diversos temas como o terceiro eixo da transposição do Rio São Francisco, o rebaixamento do Estado para acesso a financiamento, recursos da lei de repatriação referentes às multas de imposto de renda declarado no exterior, entre outros. O senador Raimundo Lira e o secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, também participaram da reunião.

Após a audiência, Ricardo Coutinho observou que o encontro com o presidente Temer foi positivo e esclarecedor. “Faço uma avaliação positiva porque tive a oportunidade de encaminhar alguns pleitos do nosso Estado, como a necessidade da edição de um decreto presidencial conformando a poligonal do Porto de Cabedelo para que tenhamos a capacidade de atrair grupos econômicos que queiram investir no Porto, isso facilitaria o trabalho do Governo do Estado. Também abordamos a questão do terceiro eixo da transposição do Rio São Francisco pelo Vale do Piancó e o sistema adutor da Borborema cobrindo todo o Cariri e Curimataú. Com isso a Paraíba seria o Estado mais beneficiado com a transposição, tendo a junção dessas obras com os mais de mil quilômetros de adutoras que estamos construindo”, comentou.

O governador adiantou que durante o encontro também foi discutida a questão do rebaixamento do Estado para acesso a financiamentos. “Não é justo com a Paraíba esse rebaixamento da nota fiscal impossibilitando empréstimos. Somos um Estado que não paralisou nenhuma obra, que paga suas contas em dia e que está muito mais equilibrado que outros Estados, mesmo com todas as dificuldades. A Paraíba tem um empréstimo do Banco Mundial para o Cooperar que não podemos perder, além de um empréstimo pequeno de R$ 112 milhões. O presidente Temer se comprometeu em tratar este assunto com o Ministro da Fazenda o quanto antes”, concluiu.

Ricardo ainda conversou com o presidente sobre a reforma do ensino médio e os recursos da repatriação. “Eu sugeri que o presidente delimitasse um tempo e conversasse com os interessados, estabelecendo pontes, antes de fazer a reforma do ensino médio. Esse é um momento em que é preciso investir na estabilização do país. O Brasil não aguenta mais um ano de instabilidade, não é uma tarefa fácil tocar os Estados nessa crise. Quanto à repatriação, eu mencionei ao presidente que ele poderia ter um papel protagonista nesse processo, chamando os governadores, prefeitos, antes da decisão do Supremo, na busca de compartilhar aquilo que é necessário. Acredito que esses recursos das multas de imposto de renda declarado no exterior devem ser compartilhados para que o país possa ultrapassar esse momento complicado que está vivendo”, ressaltou.