João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo destaca melhoria nos indicadores de segurança

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011 - 21:27 - Fotos: 

Durante o programa “Fala Governador” desta segunda-feira (26), transmitido pela rádio Tabajara, o governador Ricardo Coutinho destacou os avanços na área da segurança pública da Paraíba neste ano de 2011. Segundo ele, o investimento de mais de R$ 7,8 milhões na infraestrutura das delegacias e na compra de viaturas, armas e munições, além da determinação e da resolutividade das polícias, resultou na apreensão recorde de drogas e armas, no aumento da resolução de inquéritos e na redução do número de homicídios este ano. “Isso é algo fundamental para que possamos acabar com a curva ascendente de homicídios registrada nos últimos anos”, completou.

Ricardo prestou contas das ações do governado na segurança, admitindo que o combate à criminalidade é uma das tarefas mais complexas e difíceis da administração – e que ainda precisa avançar muito. Somente este ano, foram inauguradas seis delegacias (4ª Delegacia Distrital de João Pessoa – Bairro do Geisel, Reforma da Central de Polícia de Campina Grande, Delegacia da Mulher em Sousa, Delegacia da Araçagi, Delegacia Regional de Catolé do Rocha e Delegacia de Vista Serrana). Outras três estão prontas para inaugurar: as delegacias de Araruna, de Sapé e de Alagoa Grande.

Em relação aos homicídios, o governador informou que houve redução do ritmo de crescimento dos homicídios neste ano em relação a 2007, 2008, 2009 e 2010. Ele explicou que o número de assassinatos aumentará 7% em relação ao ano passado, mas que ficará bem abaixo da média de crescimento registrada nos últimos três anos, graças aos investimentos e ao eficiente trabalho das policias. “Tivemos acréscimo de 19% de 2007 para 2008; de 21% de 2008 para 2009; e de 25% de 2009 para 2010. É algo estarrecedor. É como se diz no popular: só um time estava jogando. Agora tem dois. Havia liberdade total para a criminalidade. Não é uma crítica, mas os que os números demonstram”, disse.

O governador destacou que, apesar de os crimes continuarem ocorrendo, a impunidade reduziu bastante, com o aumento de prisões e resolução de até 60% dos inquéritos – o que foi bastante significativo se comparado a 2010, quando apenas 5% dos crimes tiveram os inquéritos concluídos. “De cada 100 crimes, conseguimos concluir a investigação e mandar para a justiça 60. Isso significa mais resolutividade da Polícia Civil e menos impunidade para os criminosos”, completou.

Municípios – Ricardo destacou que, em relação ao ano anterior, várias cidades da Paraíba apresentaram redução no percentual de homicídios este ano. Ele citou os casos de Bayeux (redução de 19%), Campina Grande (12%), Cajazeiras (29%), Sousa (10%), Guarabira (26%), Alhandra (27%), Pedras de Fogo (19%), Alagoa Nova (60%), Lucena (50%), Caaporã (42%), Pitimbu (15%) e Bananeiras (9%).

Apreensões de drogas – A Polícia Militar apreendeu mais do dobro de drogas este ano, em relação ao ano passado. Foram 542 kg de entorpecentes de janeiro a dezembro, contra 229 kg em 2010. Também aumentou a quantidade de armas apreendidas este ano (1.199) e de prisões, com a realização de 50 operações policiais.

Avaliação – O governador destacou que o ano de 2011 representou avanços importantes, pela mudança de mentalidades e de conceitos na administração pública e pela coragem para promover mudanças em prol da maioria da população. “O ano de 2012 será muito melhor que 2011. Tem o tempo de semear e o de colher. Semeamos, colhemos e vamos colher muito mais em 2012. Saímos de um investimento de R$ 350 milhões, em 2010, para R$ 2,6 bilhões no próximo ano. Isso representa oito vezes mais recursos em obras por toda as regiões da Paraíba”, avaliou.

Entre os avanços, Ricardo que foram assinadas 28 Ordens de Serviços, cujas obras estão em andamento; criados 311 leitos em hospitais; reformadas mais de 200 escolas; há grandes obras de saneamento e abastecimento em andamento; e liberações do Cooperar e do Empreender que mudaram a vida de muitas famílias paraibanas. “Estou muito feliz por fazer essa prestação de contas no último programa do ano. O nosso desafio é avançar mais e melhor em 2012”, completou.

Agricultura – O governador destacou os quase R$ 30 milhões investidos pelos programas Cooperar e Empreender no setor produtivo do Estado, importantes para o desenvolvimento dos Arranjos Produtivos Locais (APLs) em apicultura, caprinocultura, avicultura e mineração. Ele destacou ainda o incentivo do Governo ao instituir a compra direta dos produtos da agricultura familiar para a merenda escolar. “Conseguimos colocar a agricultura familiar na agenda política e econômica do Estado”, disse.

Empreender PB – Para o governador, o Empreender Paraíba serve como um grande guarda-chuva para a economia da Paraíba. Ele destacou as parcerias do Empreender com instituições bancárias, como o Banco do Nordeste (com o Crediamigo e o Agroamigo) e do Banco do Brasil, com financiamentos total de R$ 18 milhões no ano. O Agroamigo financiou R$ 4,6 milhões, o Crediamigo, R$ 13, 5 milhões, e o Banco do Brasil, mais R$ 1,7 milhões – que demonstram que o Empreender tem representado o grande banco do povo. “A Paraíba está seguindo em frente, lembrando-se de quem mais precisa, dos que têm menos recursos e que estavam esquecidos”, ressaltou.

Infraestrutura – A interligação dos bairros do Altiplano, Castelo Branco e Bancários, em João Pessoa, e as obras de ligação da Avenida Almeida Barreto e com a Avenida Floriano Peixoto, em Campina Grande, também foram debatidos no “Fala Governador”. Os projetos representam um investimento de mais de R$ 9 milhões.