Fale Conosco

7 de julho de 2012

Ricardo destaca a identificação de Ronaldo com o povo



O governador Ricardo Coutinho chegou por volta das 16h ao Palácio da Redenção para participar do velório do ex-governador Ronaldo Cunha Lima. Ele falou sobre a trajetória política de Ronaldo e lamentou a morte do líder político: “Esse é um momento difícil para a família e amigos que perdem essa figura humana e personagem marcante na luta pela democratização do país, exemplo no exercício dos cargos que ocupou”.

Ao lado da primeira dama do Estado, Pâmela Bório, e demais auxiliares, o governador participou de uma celebração religiosa proferida pelo diácono Fabiano Moura de Moura, sobrinho de Ronaldo Cunha Lima.

Ricardo lembrou que em todos os mandatos que exerceu, de vereador a governador, Ronaldo sempre teve uma identificação muito forte com o povo, vocação para fazer amigos e para construir laços afetivos. “Ele sempre foi uma pessoa muito carismática, mas fazia da política, mesmo nos momentos mais duros, as coisas com lirismo e poesia”, complementou.

O governador relembrou que nos momentos que conviveu com Ronaldo ele demonstrou a sua capacidade de lembrar-se de muita gente que conviveu com ele durante a sua trajetória política. “Ronaldo deixa uma lacuna na política pela relação afetuosa que desenvolveu ao longo de sua vida. Nos momentos mais difíceis ele sempre conseguiu manter a sua espiritualidade acima de tudo, o que refletia no talento para escrever desde o poema mais popular até a erudição de Augusto dos Anjos”.

Durante o velório, o governador Ricardo Coutinho prestou solidariedade à viúva, dona Glória Cunha Lima, ao filho, senador Cássio Cunha Lima e a demais familiares. “Quero deixar a minha solidariedade com essa dor dos amigos e familiares de Ronaldo, figura que deixa uma lacuna na política e na vida de todos que vivenciaram a sua relação afetuosa”, ressaltou.

O velório no Palácio da Redenção começou às 14h e se encerrou por volta das 18h, sempre muito concorrido. No hall principal do Palácio, antes do fechamento do caixão, os familiares e populares presente aplaudiram Ronaldo Cunha Lima.

O corpo segue em cortejo para Campina Grande, onde será velado na Pirâmide do Parque do Povo, construído na década de 80 quando Ronaldo foi prefeito do município. Ele será enterrado no cemitério do Monte Santo, na cidade que o adotou como filho, neste domingo (8).