Fale Conosco

6 de fevereiro de 2013

Ricardo designa delegado para apurar morte do palhaço Pirulito



O governador Ricardo Coutinho e o secretário de Governo, Adriano Galdino, receberam nessa terça-feira (5), no gabinete da Casa Civil, representantes do Fórum Paraibano de Circo que realizaram uma caminhada pelo centro da Capital pedindo a conclusão das investigações pelo assassinato do ator e professor de Educação Física, José Ismar Eugênio Pompeu, o palhaço Pirulito, no domingo (27).

Ricardo recebeu um documento do ator e palhaço Sebastião Formiga e encaminhou cópias para o secretário de Segurança, recomendando prioridade máxima para a elucidação do crime. Ele informou que designou um delegado para acompanhar o caso em caráter especial para dar mais agilidade na conclusão do inquérito e fazer o encaminhamento para a Justiça.  O delegado Marcelo Falcone, da delegacia de homicídio, foi designado para apurar o crime.

Segundo o governador, a polícia está empenhada nas investigações desse crime bárbaro e sem motivo aparente contra um ativista cultural e cidadão de bem que fez a alegria de tanta gente. “As investigações estão acontecendo e as informações guardadas em segredo, que é o mais recomendado neste tipo de crime”, explicou.

O integrante da Trupi Teatro Circo Pirulito, Sebastião Formiga, agradeceu ao governador por ter recebido os representantes e informado sobre as decisões que a Secretaria de Segurança Pública vem tomando para elucidar o crime.

“Recebemos a informação que as investigações estão avançando e acreditamos que, com a designação de um delegado especial e o empenho das polícias, se chegará ao responsável. Queremos Justiça porque o Irismar não era apenas um palhaço, era um ator, diretor, professor, um ativista cultural que deixa um legado enorme”, disse Formiga.