João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo defende mais equilíbrio no desenvolvimento do Nordeste

quinta-feira, 10 de novembro de 2011 - 19:17 - Fotos:  José Marques/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho defendeu a discussão de mecanismos que promovam o melhor harmonia no desenvolvimento interno do Nordeste para que a região pare de reproduzir os desequilíbrios verificados em relação ao restante do país. “É preciso que nesse fórum regional todos reflitam para que o Nordeste não se caracterize por desigualdades tão ou mais profundas entre os Estados da região que as existentes no plano nacional”. A declaração de Ricardo Coutinho foi feita nesta quinta-feira (10), durante seu discurso durante a 13º reunião do Conselho Deliberativo da Sudene (Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste), no Recife (PE).

De acordo com o governador da Paraíba, uma política de desenvolvimento para o Nordeste passa por uma estratégia de harmonização do impacto de determinado investimentos de forma a agregar a participação de outros Estados. Ele acrescentou que, caso contrário, é preciso haver compensações por meio de outros organismos, projetos e ações do próprio Governo Federal.  “Isso é fundamental. E se for diferente, teremos no Nordeste ‘ilhas’ com profundas desigualdades sociais”.

Na visão de Ricardo Coutinho, a BR-101, que liga Pernambuco, a Paraíba e Rio Grande do Norte deve ser aproveitada para que os gestores discutam políticas e investimentos comuns aos três Estados,  em áreas como a indústria e o turismo, tendo em vista a Copa do Mundo e o pós- Copa. “Essa é uma discussão de caminhos comuns, de convencimento e de construção de um sentimento de harmonia para que investimentos na região possam beneficiar  um número maior de Estados”, completou o governador.

Participando pela primeira vez da reunião do Conselho Deliberativo da Sudene, Ricardo Coutinho ressaltou a satisfação de estar no colegiado e espera contribuir na consolidação de uma identidade regional . “Porque o avanço do Nordeste representa o avanço do Brasil”, destacou.

Além de Ricardo, estavam presentes os governadores Eduardo Campos, de Pernambuco;  Jaques Wagner, da Bahia; Wilson Martins, do Piauí; e Rosalba Ciarlini, do Rio Grande do Norte.