João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo Coutinho defende estratégia conjunta para elevar recursos

quinta-feira, 25 de agosto de 2011 - 13:09 - Fotos:  Antônio David/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho defendeu, na manhã desta quinta-feira (25), que os governos estadual e federal discutam e definam alternativas para aumentar os investimentos na área de ciência e tecnologia.

Ele e o vice-governador, Rômulo Gouveia, participaram da abertura do Fórum Nacional de Secretários de Ciência e Tecnologia e de Presidentes das Fundações e Entidades de Amparo à Pesquisa (FAP’s), que será encerrado nesta sexta-feira (26), no Hotel Tambaú, em João Pessoa.

Em sua saudação aos cerca de 150 cientistas brasileiros participantes o governador Ricardo Coutinho destacou a importância para o Estado da Paraíba em sediar um encontro nacional, discutindo a ciência, tecnologia e inovação, “uma área fundamental para garantir o futuro do país e de cada estado brasileiro”, disse.

O governador revelou que até o final do ano a Paraíba poderá se tornar, proporcionalmente, o segundo estado brasileiro em termos de número de pesquisadores e isto é um referencial importante, mas por outro lado, é um estado que ainda tem 21% de sua população analfabeta. Ele ressalta que o Brasil tem uma dificuldade de aliar a tecnologia de ponta de que dispõe com o cotidiano da população e afirma que essa é a grande tarefa: “Aproximar a ciência e a tecnologia da população para facilitar a vida das pessoas”.

Ricardo Coutinho acha que o Fórum poderá apontar questões importantes como a unificação da política na área de ciência e tecnologia para que um estado como a Paraíba possa colocar em sua pauta prioritária os investimentos em pesquisa, formatando uma parceria com os órgãos federais.

O governador acrescentou que o Governo da Paraíba compreende a importância do fórum e sabe quais são as janelas e as portas que podem se abrir para o país com investimentos em ciência, tecnologia e inovação. Ele ressalta a necessidade de fortalecer a construção de políticas públicas.

Finalizou desejando que o encontro na Paraíba, terra de Linaldo Cavalcanti, ex-reitor da UFPB e da Finep, consiga indicar caminhos para que a ciência e a tecnologia avancem e se consolidem como um política pública essencial no país.

O vice-governador Rômulo Gouveia destacou que o Parque Tecnológico da Paraíba, com sede em Campina Grande é um dos mais antigos do país com mais de 25 anos e que para o estado é um orgulho João Pessoa ser por dois dias a Capital brasileira da Ciência e Tecnologia. Ele lembrou que Governo do Estadual desenvolve um grande programa de fibras ótica para interligar toda a Paraíba.

O presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Mário Neto Borges, destacou que o fórum é um momento muito importante para o Nordeste e para o país. Nesta sexta-feira (26), a carta do encontro deverá apontar propostas visando consolidar no Brasil o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. Mário Neto revelou que os sistemas estaduais nesta área têm papel fundamental para o sistema porque somam recursos com o Governo Federal.

Odenildo Sena, secretário da Ciência e Tecnologia do Estado do Amazonas e presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), ressaltou que o fórum, ao longo dos anos, é um espaço de importante interlocução da ciência, com o objetivo de fortalecer os sistemas nos Estados.

Investimentos – O presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) Glauco Arbix, apresentou às 10h a palestra “Construção da Agenda Conjunta das Unidades da Federação e da fundação”. Ele avaliou que nos últimos dez anos o crescimento do país na área de ciência, tecnologia e inovação tem sido significativo. Citou que em 2003 os investimentos da Finep eram da ordem de R$ 300 milhões, atingindo 60 empresas e hoje são aplicados R$ 4 bilhões com envolvimento de 2 mil empresas.

Os investimentos são focados na pesquisa (inovação e tecnologia), além das atividades de infraestrutura das universidades públicas. Mas, segundo ele, o Brasil ainda precisa crescer muito nesta área para poder contribuir com a qualidade de vida da população.

O Fórum Nacional de Secretários de Ciência e Tecnologia, que está sendo organizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), continua com programação na tarde desta quinta-feira (25) e na manhã da sexta-feira.

Programação da sexta-feira (26):

9h – A Inovação e o Desenvolvimento no Brasil – O Papel do BNDES

João Carlos Ferraz – Vice-presidente do BNDES

9h30 – Debate

Coordenadores: Odenildo Sena, presidente do Consecti, e Mario Neto, presidente do Confap

10h30 – Programa Ciência sem Fronteiras

Glaucius Oliva – Presidente do CNPq

11h30 – Apresentação do Documento Consolidado do Grupo de Trabalho para o Aperfeiçoamento do Arcabouço Legal CT&I

Odenildo Sena – Presidente do Consecti

Mario Neto – Presidente do Confap

Eduardo Braga – Senador e Presidente da CCT do Senado Federal (a confirmar)

Sibá Machado – Deputado Federal e Representante da CCTCI da Câmara dos Deputados

12h30 – Almoço

14h – Agenda Interna do Consecti

14h – Agenda Interna do Confap