João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo Coutinho sanciona lei que cria Fundo de Apoio ao Esporte

terça-feira, 12 de julho de 2011 - 17:00 - Fotos: 

Governador durante assinatura da lei no Palácio. Foto: Antonio David/Secom-PB

Complementar os recursos financeiros destinados ao custeio e investimentos da Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Sejel) e recuperar e manter os equipamentos esportivos em condições ideais de funcionamento. Estes são os objetivos da Lei que cria o Fundo de Apoio ao Esporte e Lazer do Estado da Paraíba, sancionada nesta quarta-feira (12) pelo governador Ricardo Coutinho, em solenidade no Palácio da Redenção.

O governador Ricardo Coutinho disse que a criação do Fundo de Apoio ao Esporte objetiva regularizar algumas cobranças que o Estado faz em equipamentos na área esportiva, com base nos princípios da administração pública; potencializar uma porta de entrada para que outros aportes de recursos possam ter acesso e buscar um melhor funcionamento da Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer.

Na solenidade, Ricardo Coutinho também apresentou o potencial da cidade de João Pessoa como candidata à sub-sede da Copa do Mundo de 2014. Foi exibido um vídeo e distribuída uma revista mostrando as belezas da capital paraibana e sua localização privilegiada entre quatro cidades que serão sedes do mundial de futebol no Nordeste: Natal, Recife, Fortaleza e Salvador. O Governo do Estado apresentou a Vila Olímpica Ronaldo Marinho, um complexo esportivo que passará por ampla reforma orçada em R$ 16 milhões, como o nosso Centro de Treinamento de Seleções (CTS).

O governador destacou que as cidades que não serão sede, naturalmente serão sub-sedes e farão parte da Copa do Mundo de 2014. Ricardo lembrou que em todas as Copas as seleções se hospedam e treinam em cidades sub-sedes, portanto a Copa do mundo precisa ter espaços adequados e João Pessoa dispõe deste potencial.

Fábio Maia entrega revista ao ex-jogador Mazinho. Foto: Antonio David/Secom-PB

“A Capital é um sonho de consumo de qualquer seleção que queira se hospedar bem e treinar bem para participar de uma Copa do Mundo”, comentou. Um outro espaço adequado para esportes citado pelo governador será a Vila Olímpica que a Prefeitura de João Pessoa construirá ainda este ano no conjunto Valentina de Figueiredo.

Diversas autoridades e dirigentes de clubes de futebol e de federações esportivas prestigiaram o evento. O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, que também esteve presente, assegurou que a cidade estará pronta para a Copa do Mundo de 2014 e para abrigar grandes eventos culturais, de negócios, a exemplo da Estação Cabo Branco, que hoje tem sua segunda etapa em construção.

Governador Ricardo Coutinho e o prefeito Luciano Agra. Foto: Antonio David/Secom-PB

Luciano Agra informou ainda que a prefeitura construiu 13 campos de futebol nos bairros e vai licitar a implantação de mais dez unidades. O prefeito destacou a obra em andamento da Vila Olímpica do Valentina Figueiredo, um projeto moderno que terá espaço para 12 modalidades de atletismo.

O tetra-campeão de futebol Mazinho, natural de Santa Rita e que mora na Espanha, foi convidado pelo Governo do Estado para fazer parte do projeto de João Pessoa como sub-sede da Copa do Mundo de 2014. Ele se dispôs a colaborar com a Paraíba, divulgando a cidade de João Pessoa. “Estou à disposição, quero participar desse projeto da Paraíba e quero ajudar no que for possível. A gente tem tudo para demonstrar que a Paraíba pode, vamos ser sub-sede do mundial de 2014”, disse o ex-jogador da Seleção Brasileira de Futebol e tetra-campeão em 1994. Iomar do Nascimento, o Mazinho, tem hoje 44 anos.

O secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer, Fábio Maia, lembrou que o Fundo de Apoio ao Esporte vai ser uma fonte importante para a secretaria, agilizando a aquisição e manutenção de equipamentos esportivos, além de investimentos em eventos de lazer.

Sobre a Vila Olímpica Ronaldo Marinho, Fábio Maia apresentou detalhes do projeto que a transformará em um Centro de Treinamento de Seleções. O equipamento, após a Copa do Mundo de 2014, terá grande utilidade para a juventude e o desporto paraibano.

O projeto de reforma e ampliação da Vila Olímpica Ronaldo Marinho já foi apresentado ao ministro do Esporte, Orlando Silva, e o material de divulgação da Paraíba foi entregue pelo secretário Fábio Maia ao gerente de Projetos das FIFA – Comitê Organizador Local (COL), Luis Felipe Menezes.

O campo de futebol tem gramados de padrão internacional (drenagem e irrigação), sendo um campo principal (105 x 68 m) e um campo adicional (68 x 52, 45 m), com mureta e alambrado e áreas livres com distâncias superiores a 7,5 m atrás dos gols e 6 m nas laterais.

Governador durante discurso em solenidade. Foto: Antonio David/Secom-PB

Vila Olímpica – A arquibancada tem capacidade para 1.900 pessoas, equipada com dois vestiários para atletas (147 m² cada), sete bacias, sete chuveiros, cinco lavatórios, doze banheiras de hidromassagem, bancos e armários, gabinete médico (32 m²), sala da fisioterapia (76 m²), sala de musculação (67 m²), dois vestiários para árbitros, com banheiros (16 m² cada), auditório para 110 lugares com área de 144 m², um alojamento masculino e um alojamento feminino (136 m² cada), capacidade para vinte beliches, banheiro (47 m²), quatro cabines para imprensa (12 m² cada), copa de apoio e sanitário masculino e feminino e acesso independente através de dois elevadores ou duas escadas.

O projeto prevê uma área livre superior a 500 m² para instalações temporárias (estrutura como tendas, banheiros químicos, cerca etc.); iluminação e instalações elétricas seguindo todos os padrões técnicos e de segurança e gerador de energia; área de segurança (de escape) entre o final do campo e o início da arquibancada/grade com dois portões de quatro metros de largura cada; sanitários para público; local para estacionamento de ambulância; piscina, sendo uma caixa de saltos ornamentais, uma piscina olímpica e uma semi-olímpica; distante 6 km ou 12 minutos do hotel proposto (Tambaú); distante 30 km ou 30 minutos do Aeroporto Castro Pinto.

A revista cita ainda que a Vila Olímpica fica a três quilômetros do Hospital de Emergência e Trauma, equipado com heliporto. A área total do terreno do Centro de Treinamento de Seleções é de 65.108,73 m². O equipamento terá quatro ginásios cobertos e estacionamento com 162 vagas.