Fale Conosco

25 de novembro de 2011

Ricardo Coutinho inaugura UPA de Guarabira neste sábado



Neste sábado (26), o governador Ricardo Coutinho inaugura a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Guarabira, às 11h, na PB-057 (acesso Araçagi). Na unidade de saúde, será prestado atendimento diário de 24 horas aos pacientes em situação de menor gravidade. O investimento do Estado é de R$ 3,5 milhões, sendo R$ 2,5 milhões em obras e R$ 1 milhão em equipamentos. A inauguração faz parte das comemorações pelos 124 anos de emancipação política do município.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Waldson Dias de Souza, a UPA vai contribuir para a organização dos atendimentos de urgência e emergência do Brejo paraibano e funcionará como uma porta de entrada para os atendimentos de urgências pediátricas e clínicas. “É importante destacar que a UPA não é um hospital ou Posto de Saúde da Família [PSF], mas um suporte assistencial para urgências e emergências clínicas, evitando que o usuário faça uso dos hospitais de maior complexidade do Estado. O objetivo é resolver mais de 80% dos casos que derem entrada, além de reduzir o número de transferência de pacientes”, disse o secretário.

Segundo o secretário, o principal foco da UPA é atender os casos de urgência em que a distância ou a demora tendem a causar um maior prejuízo ao estado clínico do paciente. Com isso, pode-se diminuir o excesso de pacientes nos hospitais e fornecer um atendimento de melhor qualidade aos pacientes.

A instalação da UPA em Guarabira é resultado de uma pareceria entre o Governo do Estado e o Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde (MS). Ela funciona como serviço intermediário entre as unidades básicas de saúde e os hospitais, com o objetivo de descentralizar e agilizar o atendimento de urgência, desafogando os hospitais e diminuindo os riscos de morte dos pacientes.

Como funciona – A UPA de Guarabira prestará atendimento de clínica geral e pediatria, disponibilizando, para isso, dois consultórios médicos e uma área de observação com dois leitos para pediatria, quatro leitos para clínica médica e dois leitos de atendimento de emergência na denominada sala vermelha, onde ficarão instalados equipamentos que possibilitarão um atendimento de qualidade aos pacientes mais graves. Também serão oferecidos exames de raios-X, eletrocardiograma e exames laboratoriais.

Todos os dias, uma equipe composta de dois clínicos gerais, dois pediatras e um enfermeiro plantonista, além de técnicos de enfermagem, estarão à disposição da população. Antes do atendimento, os pacientes passarão por uma triagem de classificação de risco, ou seja, será dada prioridade aos casos mais graves.

A unidade funcionará 24 horas e vai beneficiar mais de 200 mil pessoas na região com quatro mil atendimentos mensais. No local, os médicos vão prestar socorro, controlar o problema e detalhar o diagnóstico. “Eles analisarão se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas”, disse o secretário.

A UPA de Guarabira será 100% informatizada, o que vai garantir a implantação do prontuário eletrônico, serviço que fortalece a segurança das informações dos pacientes, proporciona um atendimento mais rápido e eficiente e diminui a burocracia.

Hospital – Ainda em Guarabira, o governador Ricardo Coutinho vai inaugurar 35 leitos clínicos no Hospital Regional de Guarabira, às 13h. O investimento do Governo do Estado é de R$ 700 mil, sendo R$ 200 mil só na parte de obras e R$ 500 mil em equipamentos.

Com a ampliação, os pacientes poderão usufruir de camas automáticas e ambientes climatizados.  Foram adquiridos camas automáticas, mesas cirúrgicas e realizados serviços de reforma no centro cirúrgico. “O objetivo é aumentar a capacidade de atendimento no hospital e oferecer maior conforto para os usuários”, disse Waldson Souza.

O hospital conta com aproximadamente 520 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, e oferece atendimento de urgência e emergência, clínica médica e obstetrícia. São realizados cerca de oito mil atendimentos e cerca de 200 partos por mês. A estrutura conta com laboratório, hemonúcleo, banco de leite, serviços de radiologia, serviço de cardiologia, radiologia e ultrassonografia.

O Hospital Regional de Guarabira cobre 300 mil habitantes de 25 cidades do Brejo paraibano. Aos 50 anos, nunca havia passado por uma reforma ampla. “É uma obra de grande importância social. Isso representa que o Estado está preocupado com a saúde do povo paraibano”, enfatizou o diretor geral do hospital, Manoel Edson de Andrade.