João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo Coutinho e escritor Augusto Cury discutem inteligência emocional nas escolas

quinta-feira, 12 de maio de 2011 - 18:08 - Fotos: 

O governador Ricardo Coutinho recebeu na manhã desta quinta-feira (12), no gabinete do Palácio da Redenção, o escritor e psiquiatra Augusto Cury, que já vendeu mais de R$ 12 milhões de livros no Brasil e publicou livros em 50 países. Augusto Cury aproveitou a oportunidade e convidou o governador para a palestra ‘Mentes Inteligentes, emoção e relacionamentos saudáveis’, que profere nesta quinta-feira, às 19h30, no Centro de Convenções Cidade Viva, no Bessa.

Também participaram da audiência a psicóloga Camila Cury, o secretário de Educação do Estado, Afonso Scocuglia, o secretário chefe do gabinete do governador Lúcio Flávio e o vereador e psicólogo Ubiratan Pereira.

Durante o encontro, o escritor Augusto Cury e a psicóloga Camila Cury também discutiram sobre o programa Escola de Inteligência, método que trabalha o desenvolvimento psicológico, comportamental e emocional dos professores, pais e alunos da escola. O programa é aplicado nas escolas públicas e privadas de São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Goiânia e da rede privada de João Pessoa. O material de divulgação do programa, criado pelo próprio Augusto Cury, foi repassado para o secretário de Educação Afonso Scocuglia, que irá avaliar com a equipe pedagógica.

Augusto Cury falou sobre as transformações na vida do ser humano e ações concretas em prol da busca pela qualidade de suas relações consigo mesmo e com uma sociedade de muita informação, mas com uma imensa dificuldade de articulação em prol de saúde, conhecimento e qualidade de vida.

O escritor destacou também a importância da Escola de Inteligência e da parceria com os educadores conscientes de sua responsabilidade diante do “mundo que somos e do mundo em que estamos”, podendo assim ajudar os jovens a “navegar pelas águas” da emoção e serem efetivamente autores da própria história. Ele destacou que os professores e os pais precisam fortalecer o seu “eu interior” para estimular o desenvolvimento humano e profissional do aluno.