Fale Conosco

29 de novembro de 2011

Ricardo assina ordem para recuperação da PB-137 que liga Picuí à BR-104



ordem de serviço da pb137 em picui (1)Dando prosseguimento ao programa Caminhos da Paraíba, o governador Ricardo Coutinho assinou na noite desta segunda-feira (28) a ordem de serviço para o início das obras de restauração da PB-137, no trecho que liga Picuí até o entroncamento com a BR-104 (próximo a Barra de Santa Rosa). A obra custará R$ 11,5 milhões.

A PB-137 foi construída em 1982 e há anos não passa por manutenção, o que contribuiu para que os 27, 5 km ficassem em péssimas condições. O governador Ricardo Coutinho destacou que a recuperação dessa rodovia estadual é necessária porque vinha colocando em risco a vida das pessoas. “Mesmo com as dificuldades, conseguimos assegurar esses recursos para construir uma estrada em asfalto quente, como são as rodovias federais que vão beneficiar diretamente 40 mil pessoas dos municípios de Frei Martinho, Picuí, Baraúna e Barra de Santa Rosa”, explicou.

ordem de serviço da pb137 em picui (6)

De acordo com o governador, esse investimento se soma à construção da estrada de Picuí a Frei Martinho e de Picuí a Soledade, que colocarão os acessos da região do Curimataú em um outro patamar de qualidade. “Essa é uma intervenção forte deste governo que influenciará no desenvolvimento econômico dos nossos municípios. Assim como é prioridade a conclusão do novo hospital regional de Picuí”, completou.

O jovem Isomel Macedo, que utiliza a PB-137 de moto, disse que a condição da estrada está lastimável e regularmente acontecem acidentes com mortes, principalmente de motoqueiros devido ao excesso de buracos. “Semana passada um casal morreu em um acidente de moto. É preciso guiar por você e pelos outros para evitar acidentes”, observou.

A solenidade contou com a presença do prefeito de Picuí, Buba Grmano, outros prefeito da região, vereadores, a deputada Gilma Germano, do secretário de Infrestrutura, Efraim Morais, do presidente do DER/PB, Carlos Pereira, e do secretário executivo de Governo, Lúcio Flávio.