João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo condecora PMs que prenderam acusados de estupro coletivo

sábado, 2 de junho de 2012 - 22:17 - Fotos:  Cláudio Goes/Secom-PB

Foto: Cláudio Goes/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho condecorou com a medalha de serviços distintos, neste sábado (2), 26 policiais militares que prenderam em flagrante delito dez pessoas acusadas de terem forjado um assalto para estuprar um grupo de mulheres no município de Queimadas, a 10 km, de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, em fevereiro deste ano. A solenidade aconteceu à tarde, no plenário da Câmara Municipal de Queimadas. Além do governador, estiveram presentes os secretários Fábio Maia e Lúcio Flávio, o prefeito Carlinhos de Tião, o deputado Doda de Tião, o presidente da Câmara, Ricardo Lucena, a juíza Andreia Ximenes  e familiares dos policiais e da vítimas.

O caso ganhou repercussão internacional como o Estupro Coletivo de Mulheres de Queimadas. Naquele dia, a professora Isabela Pajuçara, 28, anos, e a secretária Michelle Domingos, 29, foram assassinadas a tiros depois de estupradas. Participaram das prisões policiais do Bope, 2º e 10 º Batalhões de Polícia Militar e da Polícia Civil.  Sete acusados estão presos aguardando decisão judicial e três adolescentes já foram sentenciados com três anos de internação.

Ricardo salientou que a ação dos policiais foi imediata e corajosa, desvendando o crime e prendendo os acusados. “Eu só posso ter maior orgulho e honra de estar aqui como governador, condecorando esses policiais. Eles fizeram um bem enorme não somente à corporação, mas também ao Estado da Paraíba nessa grande luta que é a luta pela redução da violência contra as mulheres”, asseverou Ricardo.

Ele ressaltou que o Governo do Estado tem uma luta maior contra a redução da criminalidade, mas enfatizou que a violência contra a mulher é inadmissível. O governador lembrou que 70% dos crimes contra as mulheres são passionais.

Foto: Cláudio Goes/Secom-PB

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, disse que o momento era de reconhecimento e chamamento para a corporação continuar no trilho, estabelecendo ações policiais firmes de respostas à comunidade e também no trabalho preventivo.

A secretária executiva da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Santos Soares, destacou que a condecoração aos policiais militares representa o compromisso do Governo do Estado, especialmente do governador Ricardo Coutinho e da Polícia Militar no enfrentamento da violência contra a mulher.

“São ações como essa da Polícia Militar e Civil, no caso do estupro coletivo de Queimadas, que dão exemplos e colaboração para erradicar com a impunidade dos agressores”, frisou Gilberta.

Ela acrescentou que a SEMDH tem o papel de coordenar as políticas públicas na área de enfrentamento à violência contra a mulher. “E não cumpre seu papel se não tiver o total empenho da polícia. Por isso, ressalto a importância de reconhecer a ação dos policiais nesse caso”, afirmou Gilberta.

Família agradece – Isânia Petrúcia, irmã de Izabela Pajuçara, falou em nome das famílias das vítimas.  Ela disse que o momento era de tristeza, mas fez questão de agradecer o apoio do governador Ricardo Coutinho e o trabalho das polícias Militar e Civil.

“Minha irmã Izabella tinha passado no concurso, um retorno da constante luta por uma vida melhor. Tinha curso superior de Química e Matemática, especialista em Meio Ambiente e Mestra em Engenharia Química. Corria atrás de seus ideais e, quando alcançou, tiraram sua vida de forma brutal, deixando marcas insuperáveis na vida da família e amigos”.

Foto: Cláudio Goes/Secom-PB

Em relação à Michelle, também ressaltou que era uma menina batalhadora, que ajudava a família. “Todos nós estamos sofrendo muito e agradecidas aos policiais pela ação rápida para prender seus algozes”.

Por fim, destacou que eram duas jovens que tinham sonhos a alcançar. “Apenas Deus merecia tirar a vida delas. Nós estamos aqui clamando por justiça para que, da mesma forma que veio a acontecer com elas e as outras, as pessoas reflitam a questão da violência sexual contra a mulher”, concluiu Isânia.

Policiais condecorados

 Tenente-coronel José Rodrigues Souza  Neto

Capitão Edgar Ferreira Monteiro

1º tenente Laio Giordanni Evangelista de Mello

2º tenente Thiago Gomes Feitosa Silva

Aspirante oficial Shimena  Targino Rodrigues Simões Brasileiro

2 º sargento Jackson  Barreto dos Santos

Cabo Ari Fábio Sousa

Cabo Albeni de Almeida Salles

Cabo Aluisio Aldson Lyra de Azevedo

Cabo Romero Ribeiro da Silva

Cabo Israel da Silva Marques

Cabo Simone Gomes

Soldado Sebastião Jorge da Silva Júnior

Soldado Roniclay Vasconcelos

Soldado Roberto Oliveira Montenegro

Soldado Cione Tavares dos Santos

Soldado Antonio Silva Correia

Soldado Wesley de Lima Gallindo

Soldado Perícles Costa de Oliveira

Soldado Eduardo de Lima Pinheiro

Soldado João Vitor Ventura dos Santos

Soldado Allan Jandie Paiva de Sousa

Soldado Wesley Morais de Sousa

Soldado Leandro Marques da Silva

Soldado Tarciano Santos Araújo

Soldado Steferson José Barbosa

Soldado Rafael Dantas