João Pessoa
Feed de Notícias

Ricardo autoriza obras de abastecimento rural e lança Pedra Fundamental da UEPB em Monteiro

sábado, 17 de setembro de 2016 - 14:21 - Fotos:  Fco França/Secom-PB

O governador Ricardo Coutinho esteve, neste sábado (17), na cidade de Monteiro onde fez o lançamento da Pedra Fundamental do novo Campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) no município e também assinou a ordem de serviço autorizando o início das obras de sete sistemas de abastecimento de água das comunidades rurais afetadas com a implantação do eixo leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF). As obras estão orçadas em R$ 14,5 milhões e vão beneficiar aproximadamente 25 mil habitantes de Monteiro.

O Campus da UEPB de Monteiro funciona há dez anos, mas sem sede própria. A primeira fase do projeto prevê a construção de 20 salas de aula, além do bloco administrativo. “É uma obra que servirá para o presente e o futuro dos filhos do povo desta região, que terão um Campus com uma estrutura de qualidade. Aqui será um ambiente onde os estudantes vão adquirir uma formação adequada para se tornarem bons profissionais. Essa obra deve ser iniciada em breve e representa um investimento de cerca de R$ 9 milhões”, ressaltou o governador Ricardo Coutinho.

De acordo com o diretor adjunto do Campus VI da UEPB em Monteiro, José Luiz Cavalcante, o lançamento da Pedra Fundamental representa a realização do sonho de ter a sede construída. “Esse Campus vai desafogar o bloco onde hoje funciona a universidade, com a construção deste Campus, os estudantes vem para este ambiente e o atual espaço vai virar um centro de pesquisa e extensão que possa servir a toda comunidade. Hoje atendemos cerca de 1.200 universitários em cursos como Matemática, Letras, Ciências Contábeis e outros”, informou.

Após o lançamento da Pedra Fundamental da UEPB, o governador participou da solenidade de assinatura da ordem de serviço para o início das obras de sete sistemas de abastecimento de água das comunidades rurais de Monteiro. Serão beneficiadas as comunidades de Garrapa, Serrote, Serrote de Baixo, Serrote de Cima, Sítio do Meio, Tamaduá, Bom Jesus, Tingui I e II , Pocinhos, Pau D’Arco, Rigideira, Bredol, Mulungu, Santana 1 e 2, Malhadinha, Pau Ferro, Espírito Santo e Cachoeirinha.

Na ocasião, Ricardo destacou os esforços do Governo do Estado para promover a segurança hídrica em várias regiões da Paraíba. “Apesar da crise, continuamos investindo em ações de combate a crise hídrica. Aqui serão abertas sete frentes de abastecimento de água, os recursos já estão garantidos. A obra vai beneficiar 20 comunidades que ficam nas proximidades das intervenções da transposição do Rio São Francisco. Estamos construindo adutoras pelo Estado, criando alternativas para buscar a segurança hídrica para as regiões que sofrem com a seca”, falou.

De acordo com secretário de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, os sete sistemas a serem implantados totalizam mais de 51 km de adutoras de água tratada, cuja rede de distribuição ultrapassa os 42 km de extensão, que vão chegar a 829 casas. “Esta ação tem grande importância porque atinge 25 mil pessoas que serão beneficiadas com abastecimento regular de água. Faz parte da complementação das obras da transposição do Rio São Francisco é um grande investimento para criar a infraestrutura adequada para levar água as residências. Temos também o Programa Água Para Todos, o Água Doce e outros programas que visam garantir a segurança hídrica do Estado”, pontuou.

“Essa obra era um pedido antigo dos moradores de Monteiro. Foi uma demanda que a população levou para o Orçamento Democrático efelizmente foi atendida pelo governador. Mais de 25 mil pessoas serão beneficiadas. Só temos a agradecer por esta ação e esperar que fique concluída o quanto antes”, disse a conselheira do Orçamento Democrático da região, Maria Alcedenir.