Fale Conosco

4 de outubro de 2013

Ricardo autoriza construção do Centro de Oncologia de Patos



HOSPITAL DE PATOS 191 270x180 - Ricardo autoriza construção do Centro de Oncologia de PatosO governador Ricardo Coutinho autorizou, na tarde desta sexta-feira (4), o início da construção do Centro de Oncologia em Patos, que vai beneficiar uma população de mais de 900 mil habitantes. Antes da solenidade, ele visitou o terreno na parte interna do Hospital Regional Deputado Janduhy Carneiro onde já foram iniciados os trabalhos de fundação do centro, que terá 60 leitos, centro cirúrgico e Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O Governo do Estado e o Ministério da Saúde estão investindo R$ 6 milhões na construção e aquisição de equipamentos do centro, que será o primeiro Centro de Oncologia da região do Sertão nordestino. “Esse é um dia muito feliz por poder estar realizando um compromisso de campanha e por estarmos concretizando algo que hoje nenhum Estado faz, que é abrir um centro de tratamento de oncologia, um serviço muito caro, na região do Sertão”, afirmou.

HOSPITAL DE PATOS 272 270x180 - Ricardo autoriza construção do Centro de Oncologia de PatosRicardo disse que sonha acabar com o sacrifício das pessoas com câncer que enfrentam até 500 km para fazer o tratamento de quimioterapia ou radioterapia no Hospital Napoleão Laureano. “Trazendo o serviço para Patos vamos aliviar a dor dos pacientes com um tratamento de alta complexidade mais próximo dos moradores de 89 cidades na Paraíba e em Estados vizinhos como o Rio Grande do Norte e Pernambuco”, ressaltou.

O governador determinou que a Secretaria de Estado da Saúde providencie a ampliação da capacidade do centro cirúrgico de Patos de quatro para oito salas e a ampliação da UTI e os 60 leitos de oncologia, que vão formar todo um complexo com a cirurgia e a recuperação dos pacientes.

O secretário de Saúde, Waldson Sousa, afirmou que essa é a obra mais esperada deste governo por atender uma reivindicação antiga de todo o Sertão. “Essa é uma obra que trará para a região profissionais de oncologia, possibilitará a chegada de tecnologia médica e acima de tudo vai desafogar outros serviços filantrópicos de oncologia como o hospital Napoleão Laureano, na Capital, e a FAP, em Campina Grande. Estamos iniciando não apenas uma obra mais a descentralização de um serviço de alta complexidade”, destacou.

HOSPITAL DE PATOS 42 270x180 - Ricardo autoriza construção do Centro de Oncologia de PatosWaldson Sousa informou que o Estado está recebendo do governo Federal mais R$ 1,1 milhão para investimentos em equipamentos para o Centro de Diagnóstico de Câncer que o governo inaugura ainda este mês na Avenida Beira Rio, em João Pessoa. “Estamos investindo muito na criação de um sistema de prevenção e tratamento do câncer que é um mal que atinge cada vez mais famílias”, frisou.

A presidente da Associação Viva a Vida, Gerusa Delfino, disse que só sabe a importância desse centro quem assim como ela já teve algum tipo de câncer. “Sofri muito saindo aqui de Patos e sair peregrinando por João Pessoa para conseguir uma cirurgia e o tratamento. Estamos cheios de esperança porque vemos que o governador está cumprindo a sua palavra e iniciando o centro que vai facilitar a vida dos pacientes de câncer de toda uma região”, enfatizou.

HOSPITAL DE PATOS 311 270x180 - Ricardo autoriza construção do Centro de Oncologia de PatosA aposentada Jacineide Souto ressaltou que essa é uma obra muito importante, pois olha para os pacientes de uma doença tão agressiva, dando-lhes um serviço para o tratamento e evitando que tenham que viajar para a Capital para fazer o tratamento. “Temos casos de pacientes que foram fazer a quimioterapia em João Pessoa e morreram no retorno devido o desgaste. Esperamos que essa seja uma cena que não se repita”, completou.

O centro vai contribuir com a implantação da Rede de Atenção em Oncologia do Estado, permitindo que a população de 89 municípios do alto Sertão passe a realizar em Patos diagnóstico, tratamento e reabilitação, não precisando se dirigir a Campina Grande ou João Pessoa, onde se encontram atualmente os dois únicos centros de oncologia, com hospitais filantrópicos conveniados com o SUS.

Acompanharam o governador na solenidade, o vice- governador Rômulo Gouveia, deputado estadual Antônio Mineral, o secretário de Saúde do Estado, Waldson Sousa, a secretária executiva de Saúde, Claudia Veras, o superintendente da Suplan, Ricardo Barbosa, a secretária de Comunicação Institucional, Estela Bezerra, o ex-deputado Dinaldo Wanderley, o prefeito de São Mamede, Francisco das Chagas, representando todos os prefeitos da região e vereadores de Patos.

HOSPITAL DE PATOS 21 270x180 - Ricardo autoriza construção do Centro de Oncologia de PatosDe acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde, de 2009 até agora os tipos de câncer com maior registro de óbito na Paraíba são: mama com 948, colo de útero, 439, próstata, 1.274, brônquios e pulmões 1.345.  A estimativa na Paraíba para esses quatro tipos de câncer é de 2.040 novos casos para o biênio 2012\2013

Na Paraíba existem quatro unidades de referência para o câncer: o Hospital Napoleão Laurean e o Instituto Walfredo Guedes Pereira, em João Pessoa, e a Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) e o Hospital Universitário, em Campina Grande, que são referência para o tratamento das neoplasias todos oferecendo, tanto para rede pública como para a privada, quimioterapia, radioterapia e cirurgias.